Domingo, 16 de junho de 2024

Número de pedidos de seguro-desemprego no Brasil em 2021 é o menor desde 2006

O número de pedidos de seguro-desemprego no Brasil no ano passado foi o menor desde 2006, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

Conforme a pasta, a queda pode ser creditada, em grande parte, ao BEm (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda), que permitiu a redução de jornada e salário ou suspensão do contrato de trabalho. O benefício prevê que os trabalhadores têm direito à estabilidade.

Os dados também sofreram influência da alta taxa de informalidade no mercado de trabalho brasileiro. Ao todo, foram feitos 6.087.576 requerimentos no ano passado, 10,3% a menos do que em 2020 (6.784.120). A quantidade é a mais baixa desde 2006, quando houve 5.857.986 requerimentos.

O total de parcelas pagas do seguro-desemprego também foi o menor desde 2006. No ano passado, a quantidade chegou a 22.382.788. Em 2006, o total foi de 22.182.022.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Verão 2022: Rio Grande do Sul tem apenas dois pontos impróprios para banho
Presidente da Petrobras diz que a estatal não pode segurar os preços dos combustíveis
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play