Terça-feira, 18 de junho de 2024

“O Grêmio está na briga ainda”, diz Renato Portaluppi após a derrota para o Corinthians

Diante de uma multidão de mais de 51 mil torcedores na Arena, o Grêmio não conseguiu aproveitar a vantagem de atuar com um jogador a mais durante a maior parte do tempo e acabou perdendo para o Corinthians por 1 a 0. O resultado inesperado frustrou a possibilidade do Tricolor assumir a liderança do Campeonato Brasileiro pela primeira vez nesta edição. No entanto, o técnico Renato Portaluppi enxerga a equipe ainda competitiva na disputa pelo título.

A quatro rodadas do encerramento do torneio, o Grêmio é o terceiro colocado com 59 pontos, enquanto o Palmeiras assumiu a liderança com 62 pontos, dois a mais que o vice-líder Botafogo. Importante ressaltar que o Botafogo, o Bragantino e o Flamengo, atualmente na quinta colocação, possuem uma partida a menos.

“O clima que pode ter se criado em relação ao Grêmio ser campeão, não foi daqui de dentro. O grupo está bem blindado. Agora se fala em título, eu continuo com o mesmo discurso do jogo com o Botafogo. O Grêmio ainda tem possibilidades de ser campeão, tanto é que continua em terceiro lugar. Tem muita coisa que acontece no futebol. Até três semanas atrás ninguém duvidava que o Botafogo seria campeão. E vocês viram que chegaram três ou quatro clubes para brigar pelo título, e o Grêmio está na briga ainda. Vamos ver o que vai acontecer nesses jogos atrasados e o que vai acontecer na próxima rodada”, disse o treinador.

Em relação à partida, o técnico do Grêmio reconheceu que sua equipe não conseguiu superar a marcação do time paulista, mesmo jogando com um jogador a mais desde os primeiros minutos, após a expulsão de Bruno Méndez. Renato, no entanto, expressou sua insatisfação com um possível pênalti não assinalado em André Henrique nos momentos finais do jogo.

“Tivemos praticamente 90 minutos com um jogador a mais e não conseguimos empatar e virar. Então, não vamos dar desculpas para isso ou aquilo. A única coisa que eu vi no vestiário são dois lances: a expulsão do Bruno Alves, que até aí tudo bem. Mas, o agarrão no André, no momento em que ele vai cabecear a bola. Para que o VAR né? Ninguém está dando desculpas, nós não tivemos capacidade para empatar o jogo, isso é um fato. Mas, o lance do André… Na maioria dos jogos, não só os do Grêmio, o VAR vem para passear. Não tem capacidade ou é mal intencionado”, disse  Renato.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Grêmio prevê quatro dias de folga durante data Fifa
Vacina contra a chikungunya induz resposta imune em 98,8% dos vacinados, informa estudo
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play