Segunda-feira, 15 de julho de 2024

O que comer primeiro no café da manhã? Descubra se há ordem para essa refeição

Muitos nutricionistas dizem que o café da manhã é a refeição mais importante, e ele realmente é essencial: um desjejum reforçado, com muitos nutrientes, vitaminas e minerais, é a garantia de um dia muito melhor. Por isso, os alimentos que serão servidos logo pela manhã devem ser escolhidos a dedo para garantir toda a energia para o resto do dia. Mas será que existe uma ordem? O que se deve comer primeiro? Tem algum alimento que não é indicado? Descubra!

Priorize as frutas no café da manhã

A primeira parte é escolher o cardápio do café da manhã, e frutas devem estar garantidas, segundo a nutricionista Cristiane Coronel. “As frutas, por serem fontes de nutrientes e fibras, ajudam o sistema digestivo a trabalhar bem”, diz ela, que ressalta que o melhor consumo é o in natura – embora sucos e vitaminas sejam bem-vindos.

Proteínas, fibras e fontes de energia são indispensáveis

As proteínas também são importantes. Além do iogurte dos queijos brancos, Cristiane ressalta a importância do ovo. “O ovo é uma excelente fonte proteica, e nos dá saciedade por mais tempo”. Fibras como sementes de chia e linhaça, também enriquecem o café, segundo a nutricionista. Isso sem falar que é preciso comer algo que dê disposição para enfrentar o resto do dia. “Pão integral, tapioca, cuscuz, mandioca ou outros tubérculos são excelentes fontes de energia para o início da manhã”.

Frutas ou vitaminas devem vir primeiro

De acordo com a nutricionista, as frutas ou vitaminas de frutas devem ser os primeiros alimentos a serem ingeridos. “Inserir as fontes de energia, fibras e proteínas promove uma sensação de saciedade para depois. Assim, o organismo assimila melhor os alimentos e sua absorção”. As frutas são alimentos completos e, por isso mesmo, são a primeira coisa a se comer na hora do café.

Cafezinho? Só depois!

E aquele café preto bem cedinho? “É bom lembrar que o cafezinho deve vir após a ingestão de alimentos sólidos, pois isso evita que a cafeína, presente no café, irrite a parede gástrica, quando consumido em jejum”. Se tomado corretamente, o café pode trazer muitos benefícios para quem o toma. O café é termogênico, ou seja, ajuda na perda de peso, dá disposição, é um antidepressivo natural e melhora o raciocínio.

Nem tudo deve ser consumido no café da manhã

A nutricionista também alerta para os alimentos que não devem estar presentes na hora do desjejum. “Alimentos considerados ‘pesados’, muito calóricos e de difícil digestão, tais como frituras, doces em geral e tortas muito elaboradas que levem leite condensado, chocolates, glacê etc. devem ser evitados”. Como o café da manhã oferece energia para o dia, uma refeição pobre em nutrientes não é nada indicada. “São alimentos que não oferecem nutrientes necessários, com alto grau de gorduras ruins e carregados de açúcares”.

Por isso, aproveitar o momento do café é muito importante, como lembra a nutricionista. “O café da manhã é um momento versátil, em que podemos fazer várias combinações incríveis para o corpo e para o cérebro. É uma excelente refeição que se pode oferecer prazer e nutrir bem o corpo para começar bem o dia”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Estilo de Vida

O ator Bruce Willis piora e é diagnosticado com demência
A cada semana, 9 homens têm o pênis amputado por razão que poderia ser evitada; entenda
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play