Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Obesidade cresce no país em 2023 e acende alerta sobre a necessidade desvendar mitos para uma vida mais saudável

A obesidade é uma comorbidade que atinge cada vez mais pessoas no Brasil e no mundo e, de acordo com o Atlas Mundial da Obesidade 2023, a previsão é de que no Brasil até 2035, 41% da população adulta conviva com a doença e que o crescimento anual na população infantil atinja o alto nível de 4,4% – em comparação, os Estados Unidos apresentam uma taxa de 2,4%.

Ainda é mais preocupante quando falamos de jovens que em 2022, 9% dos brasileiros com idade entre 18 e 24 anos tinham índice de massa corporal (IMC) igual ou maior que 30, o que configura obesidade. Já em 2023, esse percentual saltou para 17,1% – um aumento de 90%, segundo dados do Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas Não Transmissíveis em Tempos de Pandemia (Covitel). Em prol da conscientização e da busca da saúde, em 4 de março é celebrado o Dia Mundial da Obesidade, que busca trazer clareza sobre o tema, como a alimentação certa, exames de rotinas, exercícios físicos e muitos outros.

Algumas fake news e mitos ainda são amplamente divulgados na internet e no cotidiano, por isso a Dra. Sylvia, Diretora Técnica do Emagrecentro, rede especializada em emagrecimento saudável, alerta que é preciso tomar cuidado com receitas milagrosas e desvenda algumas informações. Confira:

Substituir refeições por frutas é saudável?

“Não, refeições exclusivamente de frutas podem deixar de fora macro e micronutrientes importantes para o corpo. Outro fator é que existem frutas com bastante carboidratos e calorias que podem atrapalhar, e muito, uma estratégia para perder peso”, alerta.

Água com limão emagrece?

Apesar de não ajudar a perder peso, vale a pena manter este hábito para uma vida mais saudável. A Dra. Sylvia, esclarece: “Bem gelada e no calor, a água com limão é uma delícia e faz muito bem para saúde, só que na prática ela sozinha não emagrece. Apesar de ser um mito, a fruta é rica em vitamina C e outros nutrientes que auxiliam na imunidade”.

Chás emagrecem?

Quando o assunto são os chás, sem uma alimentação saudável, os chás não emagrecem: “Apesar disso, uma infusão de hortelã, hibisco e camomila, por exemplo, podem colaborar com o bem-estar e a saúde. No entanto, é preciso tomar cuidado com receitas milagrosas, já que elas não existem, e com a dosagem e a frequência do consumo”, explica.

Programas de emagrecimento funcionam?

“Verdade, desde que sejam realizadas em clínicas sérias e que se guiem em pesquisas científicas sobre emagrecimento saudável. Para ter ideia, o método 4 fases do Emagrecentro foi baseado em mais de 100 trabalhos científicos e apresenta publicação científica em revista internacional de saúde sobre a eficácia de seus resultados. O protocolo de cinco semanas, por exemplo, conta com check-up semanal para acompanhar a evolução da orientação alimentar e promover uma reeducação alimentar”, finaliza.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Selfies: Ato inofensivo requer atenção máxima em locais de risco
Lisboa: destino de férias ideal para brasileiros
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play