Quarta-feira, 22 de maio de 2024

ONU está planejando uma missão ao Hospital Al-Shifa após a retirada de Israel

As Nações Unidas estão planejando uma missão ao Hospital Al-Shifa assim que for “permitido ajudar as pessoas a receber cuidados médicos e avaliar as instalações”, informou o Gabinete para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) nesta segunda-feira (1°).

O anúncio foi feito após Israel encerrar o cerco de 14 dias ao maior hospital de Gaza, na segunda.

Pelo menos 300 corpos foram descobertos lá até o momento, de acordo com a Defesa Civil de Gaza, e uma testemunha descreveu as consequências destrutivas como uma cena de um “filme de terror”.

A ONU também informou que uma equipe da Organização Mundial da Saúde (OMS) visitou o Hospital Al-Aqsa, no centro de Gaza, no domingo (31), quando um acampamento dentro do complexo foi atingido por um ataque aéreo israelense.

No domingo, Martin Griffiths, subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, apelou ao fim das tentativas de marginalizar a maior organização humanitária em Gaza – a Agência das Nações Unidas de Assistência e Obras aos Refugiados da Palestina no Oriente Médio (UNRWA).

Ele chamou a UNRWA de “a espinha dorsal da operação humanitária em Gaza” e acrescentou no seu post no X que “qualquer esforço para distribuir ajuda sem eles está simplesmente fadado ao fracasso”.

Griffiths acrescentou: “Nenhuma outra agência tem o mesmo alcance, experiência ou confiança da comunidade necessária para realizar o trabalho”.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Unidade móvel de saúde atende moradores do bairro Lageado nesta terça em Porto Alegre
Supremo tem placar de 5 a 0 para dizer que Constituição não prevê “poder moderador” ou intervenção militar
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play