Domingo, 21 de abril de 2024

Palmeiras vence Flamengo por 4 a 3 em jogo eletrizante e conquista a Supercopa do Brasil

O Estádio Mané Garrincha foi palco de um verdadeiro espetáculo neste sábado (28). Atuais campeões da Série A do Brasileirão e da Copa do Brasil, respectivamente, Palmeiras e Flamengo entregaram tudo o que se esperava deste duelo e muito mais. Golaços, provocações, virada e grandes estrelas. No fim, a festa foi palmeirense: vitória por 4 a 3 graças a Raphael Veiga e Gabriel Menino, que marcaram duas vezes e garantiram o título da Supercopa do Brasil.

Campeões pela sétima vez sob o comando de Abel Ferreira desde 2020, o Palmeiras, agora, volta para São Paulo com a taça que faltava ao atual elenco, com exceção do Mundial de Clubes. A partida de quarta, contra o Mirassol, será de festa.

O Flamengo chegou a abrir o placar com Gabigol. Depois, esteve atrás do placar e fez 2 a 2 novamente com o camisa 10, e 3 a 3 com Pedro. Foi um grande teste e uma grande resposta do time de Vítor Pereira, que, apesar do resultado, não deixa Brasília menos confiante. O embarque para o Marrocos, onde disputará o Mundial de Clubes, será em 2 de fevereiro.

O jogo

Como era de se esperar, a intensidade foi. alta desde o apito inicial, o que resultou em poucos espaços em campo. Melhor para o Palmeiras, que, quando saiu para pressionar a saída de bola do Flamengo, foi eficiente. O cenário era todo favorável ao Palmeiras, mas quem abriu o placar foi o Flamengo. Rafael impediu a arrancada de Arrascaeta, mas foi desarmado na sequência e Gabigol deslocou Weverton com categoria para colocar o Rubro-Negro em vantagem.

O gol do camisa 10 não mudou em nada o cenário do jogo. Endrick passou a levar a melhor no duelo com David Luiz e, após receber passe da joia, Dudu arriscou de fora da área. A bola desviou na zaga do Flamengo e se ofereceu para Raphael Veiga, que não perdoou: bola no cantinho de Santos e tudo igual aos 38 minutos da primeira etapa.

Empurrado por sua torcida, o Verdão seguiu em cima de um Flamengo sem resposta. Santos ainda defendeu chutes de fora da área de Dudu e Piquerez. Mas quando Gabriel Menino, de esquerda, soltou uma bomba no ângulo, o camisa 1 não pôde fazer nada. Virada do Palmeiras aos 49. 2 a 1.

Segundo tempo

Se o primeiro tempo já havia sido bom, Palmeiras e Flamengo entregaram o que há de melhor no futebol após o intervalo. Os primeiros 15 minutos foram intensos. Logo aos cinco, Everton Ribeiro deixou Gabigol cara a cara com Weverton. A cavadinha, sutil, fez a torcida do Flamengo explodir no Mané: 2 a 2.

Aos 11, o árbitro viu mão na bola de Everton Ribeiro e não teve dúvidas: pênalti para o Palmeiras. Veiga, o cara das decisões, cobrou muito bem e fez os palmeirenses vibrarem pela terceira vez.

Aos 15, a troca de passes terminou com Ayrton Lucas indo à linha de fundo e cruzando para trás. Pedro, com um brilhante toque de calcanhar, marcou um golaço, empatando a partida de novo.

Seguindo com o mesmo ímpeto, os times de Abel Ferreira e Vítor Pereira seguiram lançando-se ao ataque. Aos 26, o talento de Veiga fez a diferença mais uma vez. Jogada pelo lado esquerdo que acabou em Gabriel Menino. Outra vez com o pé esquerdo, o volante marcou pela segunda vez e devolveu a vantagem ao Palmeiras.

Os técnicos usaram e abusaram de seus elencos a partir dos 30 minutos. A partida seguiu aberta até o fim, com o Palmeiras sendo mais perigoso nos contra-ataques. O Flamengo, apesar de rondar a área rival, não exigiu mais de Weverton nenhuma defesa. Assim, em êxtase, o Verdão conquistou a Supercopa do Brasil de 2023.

Ficha técnica

Estádio: Estádio Mané Garrincha, Brasília (DF)
Data e hora: 28 de janeiro, às 16h30 (de Brasília)

Palmeiras
Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Gabriel Menino (Jailson, 33’/2T), Zé Rafael (Luan, 42’/2T) e Raphael Veiga; Rony (Rafael Navarro, 42’/2T), Dudu (Breno Lopes, 42’/2T) e Endrick (Mayke, 19’/2T).
Técnico: Abel Ferreira

Flamengo
Santos, Varela (Matheuzinho, 31’/2T), David Luiz, Léo Pereira e Ayrton Lucas (Matheus França, 50’/2T); Thiago Maia, Gerson (Vidal, 35’/2T), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Cebolinha, 31’/2T); Gabi e Pedro.
Técnico: Vítor Pereira

Gols: Gabigol (26’/1T e 6’/2T) e Pedro (16’/2T) pelo Flamengo / Raphael Veiga (38’/1T e 13’/2T) e Gabriel Menino (49’/1T e 29’/2T)

Cartão amarelo: Gabriel Menino (PAL), Gabigol (FLA), David Luiz (FLA), Everton Ribeiro (FLA), Marinho (FLA) e Pedro (FLA).

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Assistentes: Bruno Boschilia e Bruno Raphael Pires
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira
Renda/Público: Presente: 56.095 e R$ 11.592.774,70

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de futebol

Procuradoria-Geral da República se manifesta contra pedido para impedir posse de deputados
Hospital e associação registram 6 novas mortes de indígenas Yanomami
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play