Terça-feira, 25 de junho de 2024

Pedestres e ciclistas de Porto Alegre ganham acesso asfaltado à avenida Beira-Rio por dentro do Parque Marinha

Está marcada para as 11h30min desta quarta-feira (11) a inauguração de um caminho asfaltado para pedestres e ciclistas entre as avenidas Borges de Medeiros e Beira-Rio, por dentro do Parque Marinha do Brasil. A estrutura está em linha com a rua Cecília Meireles, localizada junto à face do Shopping Praia de Belas voltada para a praça Estado de Israel.

Denominado “Travessia da Orla”, o trecho de pavimentação tem 8 metros de largura, igualmente divididos para quem está a pé ou de bicicleta. A obra – que durou quase seis meses – foi sugerida pelo próprio shopping, como incremento institucional à obrigação legal de instalar uma ciclovia no local.

Em abril, época de início da obra, a prefeitura ressaltou o fato de que o trajeto já é utilizado pela população como um caminho natural para chegar à orla através do Parque.

Também foram instalados no trajeto um parquinho para crianças, com balanço, escorregador, ponto de apoio e estacionamento para ciclistas. Completam a lista de novidades um “cachorródromo” com bebedouros para cães de pequeno e grande porte, bem como intervenções paisagísticas.

No mesmo evento a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus) entregará à população uma estrutura em concreto armado nos passeios externos, com 3,5 metros de largura por quase 600 metros de comprimento.

Os passeios estão divididos em duas partes, junto ao meio-fio da avenida Beia-Rio, partindo da rua Nestor Ludwig – via que faz a ligação com a Padre Cacique, passando entre o Marinha do Brasil e o ginásio Gigantinho.

Nova feira

A prefeitura inaugurou no bairro Petrópolis mais uma feira de hortifrutigranjeiros. O evento é realizado todas as sextas-feiras, das 14h30min às 20h, com 18 bancas na rua Heretiano Rocha (junto à Praça Cônego Alfredo Ody) para venda de frutas, verduras, hortaliças, lanches e laticínios.

Trata-se de um projeto-piloto com duração de seis meses. As feiras são coordenadas e fiscalizadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDet), cuja gestora da Unidade de Fomento, Frydda Leonardi, explica que o período de teste serve para avaliar a possibilidade de implantação definitiva da feira.

Para isso, são providenciadas vistorias e análises técnicas a cada edição. Dentre os aspectos analisados pelo departamento estão a funcionalidade, impactos no entorno e a viabilidade econômica do evento regular.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Defesa contra bombardeios: saiba como são os cerca de 1 milhão e meio de bunkers em Israel
“Estou pronta para viver ou morrer por Israel”, diz cidadâ brasileira de 22 anos convocada para a guerra
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play