Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

loader

Prefeito de Porto Alegre sanciona extinção gradativa da função de cobrador de ônibus

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, sancionou nesta terça-feira (23) o projeto de lei que cria o Programa de Extinção Gradativa da Função de Cobrador de Ônibus na Capital.

O objetivo do Executivo porto-alegrense é que o todo programa seja concluído até 2026. A medida havia sido aprovada pela Câmara dos Vereadores no começo do mês de setembro.

Melo postou no Twitter sobre a sanção:

Justificativa

O prefeito alegou, em setembro, quando o projeto passou pela Câmara de Vereadores, que a ação “constitui ação indispensável para possibilitar não somente a modicidade tarifária do transporte coletivo de Porto Alegre, mas, a médio prazo, a própria continuidade da existência e disponibilização de tal serviço público”.

Ele destacou que o atual contexto em que se encontra o sistema de transporte coletivo da Capital, “advindo do binômio alto custo operacional e tarifa arrecadada insuficiente para cobri-lo, demanda medidas e intervenção urgente do Poder Público, sob pena de inviabilidade econômica dos contratos de concessão e de eventual formação de um passivo a ser pago pelo erário em um futuro próximo”.

O prefeito afirmou que a proposta contribuirá para a redução gradual dos custos da operação, o que resultará na redução da tarifa. O Programa deve ser executado ao longo de quatro anos, acabando em 10 de janeiro de 2026, o que resultará, conforme o Executivo, na diminuição da tarifa técnica (base para determinação da tarifa do usuário) correspondente a R$ 0,70 ou uma redução de 15,36% na tarifa vigente, que passaria dos atuais R$ 4,55 para R$ 3,85.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Porto Alegre mantém vacinação contra a Covid em 39 locais nesta quarta-feira
Brasil registra 398 mortes em 24 horas, e média móvel volta a se aproximar de 250
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play