Sexta-feira, 01 de julho de 2022

loader

Programa vai oferecer bolsas estudantis, absorventes e celulares para alunos da rede estadual de ensino no RS

O governo do Rio Grande do Sul lançou, nesta terça-feira (26), um programa com foco na permanência dos estudantes nas escolas públicas. O Todo Jovem na Escola oferecerá bolsas para alunos do ensino médio, distribuição gratuita de absorventes para jovens em situação de vulnerabilidade, celulares para acesso a atividades remotas e uma pesquisa com alunos para estruturar o 4º ano do ensino médio.

“A pandemia nos distanciou e distanciou as crianças e os jovens da escola. Estamos trabalhando para fazer a recuperação rápida e urgente desse aprendizado que a pandemia limitou neste processo. Não podemos permitir o enfraquecimento do vínculo escolar e o aumento da vulnerabilidade social dos nossos jovens. Com dificuldades de renda familiar, muitos estudantes se lançam precocemente ao mercado de trabalho e abandonam a escola. Assim, não há futuro possível”, afirmou o governador Eduardo Leite.

A bolsa estudantil, com pagamento mensal de R$ 150, tem o objetivo de apoiar a permanência dos estudantes na escola e a conclusão do ensino médio pelos jovens gaúchos.

“Essa bolsa estudantil, com recursos do Tesouro, dentro do Avançar na Educação, vem na forma de estímulo para chamar os estudantes de volta à sala de aula, pois, além de recursos financeiros, de dinheiro no Cartão Cidadão da família por aluno, é necessário presença, participação e uma frequência de 80% nas aulas”, explicou o governador.

No total, 79,7 mil estudantes do 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio, com idade entre 15 e 21 anos, poderão ser beneficiados com as bolsas. O primeiro pagamento está previsto para dezembro deste ano – contando com a aprovação do projeto na Assembleia Legislativa –, com as bolsas retroativas aos meses de outubro e novembro (portanto, R$ 300). O pagamento de dezembro será feito no início de janeiro de 2022, desde que o estudante cumpra os requisitos de frequência nos meses de outubro e novembro. O investimento total previsto é de R$ 180 milhões até o final do ano que vem.

Requisitos para o estudante receber a bolsa:

– Atender aos critérios de renda do CadÚnico.
– Ter Cartão Cidadão.
– Estar regularmente matriculado no ensino médio da rede estadual de ensino.
– Engajamento estudantil mensal de 80% ou mais nas atividades escolares.
– Participação regular em avaliações e ações promovidas pela Secretaria da Educação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de boas noticias

Passeios turísticos em quadriciclos são uma das atrações de Mampituba
Prefeito de Arroio do Sal fica ferido em acidente na BR-101, no Litoral Norte gaúcho
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play