Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Próximo iPhone pode estrear novo tipo de botão lateral; entenda

A Apple poderá mudar o mecanismo do botão de volume do iPhone 15, previsto para o ano que vem. As versões Pro e Pro Max podem estrear teclas de estado sólido, de acordo com a informação divulgada pelo analista Ming-Chi Kuo, que é conhecido por revelar rumores certeiros. Sem uma peça mecânica, a nova solução substituiria também o botão de liga/desliga e teria tecnologia tátil, funcionando por pressão, assim como o botão Home inaugurado no antigo iPhone 7.

Se tudo ocorrer como previsto, os novos celulares da empresa serão lançados somente no segundo semestre de 2023. Ainda segundo o analista, a novidade também estaria presente em um provável iPhone 15 Ultra. Desta forma, os celulares iPhone 15 e 15 Plus ficariam com os tradicionais botões mecânicos.

De acordo com o site 9to5Mac, a suposta mudança deve ser explicada pela equipe de marketing da Apple como uma forma de aumentar a durabilidade do componente.

Da mesma forma como aconteceu na troca do botão Home tradicional para o botão tátil, em 2016, Kuo acredita que o novo botão lateral também deve ter um motor de vibração com tecnologia Taptic Engine da Apple, para passar aquela sensação do clique, em resposta à ação do usuário. Isso aumentaria o número total em um iPhone para três desses componentes.

Outros rumores sobre a série iPhone 15 indicam ainda que a versão “Pro Max” poderá ter o dobro de potência no zoom de câmera por conta da lente periscópica, que promete melhorar de forma significativa a qualidade das fotos a longa distância. Vale dizer, porém, que a Apple não comentou oficialmente nenhuma dessas informações, e tudo isso deve ser encarado pelo leitor apenas como rumores.

Por outro lado, de acordo com a entrevista dada pelo vice-presidente sênior de marketing mundial da Apple, Greg Joswiak, ao The Wall Street Journal, a Apple também deve adotar a entrada USB-C na sua próxima linha de smartphones, no lugar do conector Lightning, como forma de se adaptar às novas exigências da União Europeia (UE) que entrarão em vigor já no ano que vem.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Nasa faz imagem do sol sorrindo
1 milhão e 600 mil pessoas morreram por tuberculose no mundo no ano passado
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play