Sábado, 02 de março de 2024

PSG terá reunião com Neymar e Mbappé para discutir sobre cobranças de pênalti

O Paris Saint-Germain, de Neymar, Messi e Mbappé, derrotou o Montpellier por 5 a 2 no sábado, pelo Campeonato Francês, e emendou a segunda vitória seguida na competição, mas nem tudo foi motivo para celebrações. A definição para decidir quem será o cobrador de pênaltis da equipe parece ter gerado ruídos internos e, por isso, o clube marcou uma reunião com o francês e o brasileiro, além do técnico Christophe Galtier e o diretor esportivo Luis Campos, para “aparar as arestas”, segundo a rádio RMC.

O episódio já está sendo chamado pela imprensa local de “penaltygate”. Na partida do fim de semana, Mbappé, que marcou um dos gols da partida, desperdiçou um pênalti na ocasião, algo que não caiu bem para o atacante brasileiro, que converteu a cobrança seguinte. Após o jogo, no Twitter, Neymar curtiu uma postagem feita por um perfil de fãs que criticava a decisão de o francês ser o cobrador oficial da equipe parisiense.

“Essa foi a ordem para este jogo. Veremos no futuro”, disse Galtier, após o jogo, indicando que Mbappé era o primeiro cobrador e Neymar o segundo. Ainda segundo a rádio francesa, o clube trabalha a questão com muita tranquilidade nos bastidores. Quando chegou ao PSG, Neymar passou por uma disputa parecida com o uruguaio Edinson Cavani.

Mbappé criticado

Apesar de ter marcado um dos gols da vitória, Mbappé foi bastante criticado pela imprensa francesa e pelos torcedores por ter desperdiçado o pênalti e também por ter mostrado insatisfação e displicência em algumas jogadas do Paris Saint-Germain. O lance que mais chamou atenção foi um contra-ataque da equipe ignorado pelo francês, que deus as costas e desistiu do lance após não ter recebido a bola do meia Vitinha.

Além disso, a relação entre Neymar e Mbappé, ao que tudo indica, estava estremecida antes da partida. Segundo o jornal francês L’Équipe, o atacante foi consultado sobre uma possível saída do astro da seleção brasileira após renovar seu contrato com o PSG. Embora o camisa sete em nenhum momento tenha pedido a saída de Neymar, o atleta não se opôs a ideia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Supremo dá cinco dias para manifestação em ação sobre varíola dos macacos
Justiça Eleitoral recebe 12 registros de candidatura à Presidência da República
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play