Segunda-feira, 04 de julho de 2022

loader

Reunião hoje define detalhes da filiação de Bolsonaro ao PL

O presidente Jair Bolsonaro bate hoje o martelo definitivo sobre a filiação ao PL. Uma reunião com o presidente nacional do Partido Liberal, deputado Valdemar Costa Neto vai definir detalhes finais da filiação, a princípio marcada para o próximo dia 22. O PP presidido pelo senador Ciro Nogueira, que também ofereceu a Bolsonaro legenda para disputar a reeleição, não ficará fora do projeto de Bolsonaro, e poderá até fornecer o vice da chapa.

A Independência, segundo Abraham Weintraub

O ex-ministro da Educação e atual diretor do Banco Mundial, Abraham Weintraub, expõe seu ponto de vista sobre a data de 15 de novembro, que marcou a proclamação da República e o fim da Monarquia no Brasil: “Faltam apenas poucos dias para ‘comemorarmos’ o dia da infâmia. O dia em que Deodoro da Fonseca traiu seus juramentos de lealdade ao imperador (feitos a cada promoção que recebeu) e tomou o poder ao som da Marselhesa. Seja você republicano, monarquista ou anarquista, reconhecer 15 de novembro como o dia da infâmia é admitir a verdade. Seja você cristão, de outra religião ou ateu, reconhecer Judas como um traidor é admitir a verdade. Precisamos fazer as pazes com nossa História!”.

O processo do deputado Ruy Irigaray

Relator do processo que apura as denúncias de rachadinha (cobrar parte dos salários dos servidores) e uso inadequado de funcionários do gabinete pelo deputado estadual Ruy Irigaray (PSL), o deputado Beto Fantinel (MDB) informou ontem à coluna, que na próxima terça-feira expira o prazo de cinco sessões concedidos para a derradeira manifestação da defesa. Após, Fantinel passará a se dedicar à elaboração do seu parecer que será levado à votação da subcomissão.

Lei da Ficha Limpa pode barrar Deltan

É muito forte o movimento dos opositores do ex-coordenador da Lava-Jato, o procurador Deltan Dallagnol, tentando impedi-lo de ingressar na disputa eleitoral de 2022. O projeto político de Dallagnol pode ser barrado pela Lei da Ficha Limpa que, na sua lei Complementar diz que membros do Ministério Publico que possuem PADs (Processos Administrativos Disciplinares) incompletos e pedem exoneração, não podem se candidatar a cargos públicos.

Recordar é viver: Quem afirmou que “ladrão é melhor do que um concursado”?

Às vezes, é importante refrescar a memória de servidores públicos ainda hipnotizados pelo discurso da esquerda. Em setembro de 2019, o ex-presidiário Lula Ladrão disse que “político, por mais ladrão que seja, é melhor do que um concursado”. A fala foi proferida durante discurso, onde ele se defendeu das acusações do Ministério Público Federal que o colocam como ‘general’ do esquema de corrupção investigado pela operação Lava-Jato.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Giovani Cherini: PL pronto para receber Jair Bolsonaro e Onyx
As mentiras sobre a PEC dos Precatórios
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play