Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Rio Grande do Sul teve um fevereiro sem roubos com morte. Homicídios caíram

Pela primeira vez nos últimos 14 anos, o Rio Grande do Sul não teve registro de latrocínio (roubo com morte) em fevereiro. O mesmo período de 2023 teve sete ocorrências da modalidade, conforme relatório apresentado nessa terça-feira (5) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). Também foi mencionada uma queda de 7% nos homicídios, em igual base comparativa.

Foram 151 assassinatos no segundo mês deste ano, contra 163 em fevereiro anterior. A redução é atribuída pelo governo gaúcho à intensificação das ações operacionais e de inteligência no combate ao crime organizado, conforme destaca o titular da SSP-RS, Sandro Caron:

“Tivemos uma resposta rápida das forças de segurança para retomar a queda nos crimes contra a vida. As ações da Brigada Militar e da Polícia Civil foram efetivas para a redução dos crimes violentos no Estado”.

Em Caxias do Sul, um dos pontos de atenção das forças de segurança, a Brigada está desenvolvendo a Operação Cerco Fechado. Em 20 dias de atuação já foram 173 presos em flagrante, 39 foragidos do sistema prisional capturados, além de drogas e armas apreendidas.

A Polícia Civil, na semana passada, desencadeou a segunda fase da Operação Matriz, que culminou na prisão de 17 pessoas, além do cumprimento de mandados de busca e apreensão contra uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas na região.

Em Porto Alegre e Canoas, outras duas cidades avaliadas de perto pelas forças de segurança, os indicadores de homicídios retomaram a queda, acompanhando os indicadores do Estado. Na capital gaúcha, a queda chegou a 50% – de 24 para 12 casos, em comparação a fevereiro de 2023.

Outra iniciativa é a ampliação do acompanhamento diário dos indicadores em todo o Estado, por meio do programa “RS Seguro”. Em fevereiro foi iniciada a implementação das Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp), com o objetivo de otimizar a estratégia em cada região e promover a integração entre as instituições vinculadas.

Outros crimes

Os feminicídios não tiveram variação na estatística, contabilizando o mesmo número de casos (seis) nos meses de fevereiro deste ano e do anterior.

Já os assaltos a pedestres tiveram, pelo sexto mês consecutivo, o menor total da série histórica iniciada em 2010, em comparação a qualquer outro mês já registrado, com 1.236 casos até o encerramento do mês. A queda recorde vem ocorrendo desde setembro de 2023. Em relação a fevereiro de 2023, quando foram registrados mais de dois mil casos, a redução é de 43%.

Os roubos de veículos tiveram o menor número de ocorrências da série histórica para fevereiro. Foram 271 casos no mês, uma redução de 16% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As ocorrências de assalto a banco, por sua vez, caíram 33% no mês em todo o Estado. Somados os casos de furtos e roubos, em 2024 foram quatro ocorrências, duas a menos que no mesmo período do ano anterior.

Na zona rural, políticas permanentes de segurança têm contribuído para uma constante redução do furto de gado (abigeato). O mês de fevereiro teve o menor número de ocorrências desse tipo na série histórica, com baixa de 43% em comparação ao mesmo período do ano anterior – foram 217 registros, em contraste com 379 no segundo mês do ano passado.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Bolão feito em Goiânia leva prêmio de 206 milhões da Mega-Sena
Universidade Federal de Santa Maria sedia encontro inédito de monitoramento da camada de ozônio e radiação solar
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play