Sábado, 24 de fevereiro de 2024

Ronaldo Fenômeno negocia venda de 20% da Sociedade Anônima do Futebol do Cruzeiro

Ronaldo Fenômeno está negociando a venda de 20% da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruzeiro para o empresário Pedro Lourenço, dono do Supermercados BH e conselheiro do clube mineiro, que volta para a primeira divisão nesta temporada. As informações são do jornal O Tempo, de Belo Horizonte.

Segundo a publicação, as tratativas estão em estágio avançado. Ronaldo ofereceu a fatia do negócio ao empresário pelo valor proporcional. O Fenômeno adquiriu 90% da SAF do Cruzeiro por R$ 400 milhões. Desta maneira, Pedro Lourenço pagaria cerca de R$ 88,9 milhões para se tornar o novo parceiro. O clube não informou se a negociação envolve os novos valores da marca, uma vez que o clube deixou a Série B para retomar sua história na Primeira divisão.

Caso a negociação aconteça, Ronaldo continuaria sendo sócio majoritário do Cruzeiro, com 70% da SAF. Pedro ficaria com 20%, enquanto o clube associativo, presidido por Sérgio Santos Rodrigues, teria os outros 10%.

Ronaldo e Pedro Lourenço, conhecido em Minas também como Pedrinho BH, têm relação antiga. O empresário esteve ao lado do Fenômeno durante a caravana do Cruzeiro em Conselheiro Lafaiete, no interior do Estado de Minas, comemorando o acesso do clube à Série A do Brasileiro. Os dois trocaram elogios e o ex-jogador agradeceu Lourenço pelo apoio nos bastidores do time quando ele mais precisou. O Cruzeiro amargou três temporadas na segunda divisão.

Lourenço teve participação ativa no Cruzeiro nos últimos anos. O Supermercados BH foi o patrocinador máster e um dos grandes incentivadores financeiros do time. Segundo a publicação, o empresário auxiliou no pagamento dos salários de jogadores e funcionários quando o clube foi rebaixado. E continuou ajudando financeiramente o futebol.

Depois de comandar o Cruzeiro em sua volta à primeira divisão do futebol brasileiro, Ronaldo agora terá o desafio de administrar da melhor maneira possível a receita do clube mineiro, que deve chegar a R$ 350 milhões na temporada 2023, o dobro do dinheiro que o time recebia na Série B. Os direitos de transmissão dos jogos do Cruzeiro na TV serão responsáveis pelo maior crescimento. O clube estima ganhar até R$ 120 milhões com essa receita — R$ 20 milhões já teriam sido adiantados em 2022, logo após a equipe confirmar o acesso.

É inegável também que o Cruzeiro recuperou na gestão de Ronaldo um maior valor de mercado, que pode aumentar dependendo do rendimento no time no Campeonato Brasileiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Ronaldo Fenômeno negocia venda de 20% da Sociedade Anônima do Futebol do Cruzeiro

Ronaldo Fenômeno está negociando a venda de 20% da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruzeiro para o empresário Pedro Lourenço, dono do Supermercados BH e conselheiro do clube mineiro, que volta para a primeira divisão nesta temporada. As informações são do jornal O Tempo, de Belo Horizonte.

Segundo a publicação, as tratativas estão em estágio avançado. Ronaldo ofereceu a fatia do negócio ao empresário pelo valor proporcional. O Fenômeno adquiriu 90% da SAF do Cruzeiro por R$ 400 milhões. Desta maneira, Pedro Lourenço pagaria cerca de R$ 88,9 milhões para se tornar o novo parceiro. O clube não informou se a negociação envolve os novos valores da marca, uma vez que o clube deixou a Série B para retomar sua história na Primeira divisão.

Caso a negociação aconteça, Ronaldo continuaria sendo sócio majoritário do Cruzeiro, com 70% da SAF. Pedro ficaria com 20%, enquanto o clube associativo, presidido por Sérgio Santos Rodrigues, teria os outros 10%.

Ronaldo e Pedro Lourenço, conhecido em Minas também como Pedrinho BH, têm relação antiga. O empresário esteve ao lado do Fenômeno durante a caravana do Cruzeiro em Conselheiro Lafaiete, no interior do Estado de Minas, comemorando o acesso do clube à Série A do Brasileiro. Os dois trocaram elogios e o ex-jogador agradeceu Lourenço pelo apoio nos bastidores do time quando ele mais precisou. O Cruzeiro amargou três temporadas na segunda divisão.

Lourenço teve participação ativa no Cruzeiro nos últimos anos. O Supermercados BH foi o patrocinador máster e um dos grandes incentivadores financeiros do time. Segundo a publicação, o empresário auxiliou no pagamento dos salários de jogadores e funcionários quando o clube foi rebaixado. E continuou ajudando financeiramente o futebol.

Depois de comandar o Cruzeiro em sua volta à primeira divisão do futebol brasileiro, Ronaldo agora terá o desafio de administrar da melhor maneira possível a receita do clube mineiro, que deve chegar a R$ 350 milhões na temporada 2023, o dobro do dinheiro que o time recebia na Série B. Os direitos de transmissão dos jogos do Cruzeiro na TV serão responsáveis pelo maior crescimento. O clube estima ganhar até R$ 120 milhões com essa receita — R$ 20 milhões já teriam sido adiantados em 2022, logo após a equipe confirmar o acesso.

É inegável também que o Cruzeiro recuperou na gestão de Ronaldo um maior valor de mercado, que pode aumentar dependendo do rendimento no time no Campeonato Brasileiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Satélite com detector de poluição atmosférica vai ajudar a Nasa em estudos
Cinco cuidados necessários antes de usar a Inteligência Artificial na educação
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play