Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Rússia bombardeia comitiva do presidente da Ucrânia

A comitiva do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, foi atingida nesta quarta-feira (06) por mísseis em um ataque da Rússia na cidade ucraniana de Odessa, segundo o governo ucraniano. O presidente não foi atingido, mas afirmou que houve vítimas.

Zelensky fazia uma visita à cidade acompanhado do primeiro-ministro da Grécia, Kyriákos Mitsotákis. Este foi o bombardeio mais próximo do presidente ucraniano desde o início da guerra entre Rússia e Ucrânia, há dois anos.

Nem Zelensky nem Mitsotákis foram atingidos pelo bombardeio. No entanto, o premiê grego afirmou que as duas comitivas dos dois líderes foram alvejadas pelos ataques. O ataque ocorreu na zona portuária de Odessa, minutos depois de os dois líderes visitarem a área, ainda de acordo com Mitsotákis.

As comitivas que foram atingidas estavam a cerca de 150 metros de um local da cidade onde os dois líderes fariam uma cerimônia de entrega de medalhas a soldados locais na sequência.

Segundo a imprensa grega, o governo russo lançou um míssil em direção a uma fila de veículos que acompanhavam os dois líderes na saída da visita ao porto. O ataque, no entanto, atingiu apenas os últimos automóveis, ainda de acordo com a imprensa do país.

Na cerimônia, Zelensky disse que houve vítimas no ataque, embora não tenha especificado quantos. E acusou a Rússia de tentar cometer um atentado contra ele. “Ou eles enlouqueceram ou perderam total controle de suas tropas”, disse o líder ucraniano, em pronunciamento durante a cerimônia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprova vacina atualizada contra a Covid-19
Governo federal vai lançar programa que inclui mulheres no mercado de trabalho
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play