Terça-feira, 18 de junho de 2024

Theatro São Pedro apresenta ópera com violoncelos nesta terça-feira

Anunciada como um dos grandes concertos eruditos deste ano em Porto Alegre, a “Operita Violoncelo” terá reestreia às 20h desta terça-feira (9) no Theatro São Pedro, no Centro Histórico. Trata-se de uma ópera única no mundo, ao ser apresentada apenas com orquestra de instrumentos de corda – a exceção é um percussionista.

O espetáculo – já apresentado com sucesso na casa em julho de 2021 – tem como mote a inusitada história de um triângulo amoroso com a participação de um instrumento musical que assume a forma humana. As composições são do maestro Arthur Barbosa e libreto tem a assinatura do poeta Álvaro Santi.

“O desafio em cena é garantir um toque de latinidade à formação operística”, ressalta o texto de divulgação. “Tal recurso expressivo é algo inusitado que foge ao registro convencional, onde tango e ritmos do Sul do Brasil, como a milonga, dialogam com as artes plásticas, o teatro e a dança.”

Dirigida por Jacqueline Pinzon, “Operita Violoncello” é protagonizada pelos cantores líricos Angela Diel e Daniel Germano e pelo ator-bailarino Raul Voges, que também assina as coreografias. Conta, ainda, com a participação das atrizes-bailarinas Geórgia Reck e Iessa Medeiros.

Para a formação instrumental, Arthur Barbosa convidou Estela Deunisio, Isadora Gehres, Jonathan Santos, Martina Ströher, Milene Aliverti, Murilo Alves, Paula Schäffer, Philip Mayer, Rodrigo Alquati e Tácio Vieira, além do percussionista Jorge Matte.

De acordo com os produtores, a concepção cênica busca abandonar o padrão de ópera convencional, onde solistas, coro e corpo de baile ocupam lugares estanques e de modo compartimentado.

Outro diferencial da montagem é o modo pelo qual a encenação reposiciona os cantores: migra-se de um formato operístico convencional para uma configuração onde os cantores e o ator solista são fundamentais no desenrolar da ação.

Ou seja: os solistas não apenas usam sua virtuose vocal, como passam a ser ativos corporalmente em toda a movimentação e coreografias executadas no palco. Eles cantam, dançam e representam, como ocorre em óperas na contemporaneidade. Ingressos e outros detalhes estão em teatrosaopedro.rs.gov.br.

Ficha técnica

– Direção artística, composição e regência: Arthur Barbosa.
– Libreto: Álvaro Santi.
– Encenação: Jacqueline Pinzon.
– Solistas: Angela Diel (mezzo soprano) e Daniel Germano (baixo).
– Ator-bailarino: Raul Voges.
– Atrizes-bailarinas: Geórgia Reck e Iessa Medeiros.
– Orquestra de violoncelos: Estela Deunisio, Isadora Gehres, Jonathan Santos, Martina Ströher, Milene Aliverti, Murilo Alves, Paula Schäffer, Philip Mayer, Rodrigo Alquati e Tácio Vieira.
– Percussão: Jorge Matte.
– Coreografia e cenografia: Raul Voges.
– Figurinos: Antonio Rabàdan.
– Caracterização: Cassiano Pelenz.
– Iluminação: Maurício Moura.
– Fotografia: Cláudio Etges.
– Vídeos: Maurício Casiraghi.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

PSG estaria disposto a superar crise e renovar com Messi
Na Zona Sul de Porto Alegre, o terminal de ônibus do bairro Restinga volta a funcionar, agora revitalizado
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play