Sábado, 02 de julho de 2022

loader

Três integrantes de facção criminosa morrem em confronto com policiais militares em Arroio do Sal, no Litoral Norte gaúcho

Três integrantes de uma facção criminosa morreram em confronto com os policiais militares na manhã desta terça-feira (28) em Arroio do Sal, no Litoral Norte gaúcho. Já outros seis indivíduos de um grupo rival foram presos pelo 2º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas  da BM (Brigada Militar). Armas e veículos foram apreendidos.

A BM estava em alerta devido à guerra entre facções criminosas inimigas pelo controle do tráfico de drogas na região litorânea. O mais recente conflito ocorreu na noite de domingo passado, quando um jovem foi executado a tiros em Arroio do Sal. O setor de inteligência da BM descobriu que haveria retaliação de um grupo contra o outro.

Em Torres, o efetivo  realizou buscas então para localizar um Hyundai HB20, de cor branca, com placas clonadas. O veículo foi localizado incendiado. Depois, os policiais militares abordaram um Chevrolet Cruze, de cor prata, com dois criminosos. Em seguida, em uma residência, o efetivo policial deteve mais quatro indivíduos.

Todos os presos possuem extensa ficha de antecedentes criminais. Houve a apreensão de um fuzil calibre 556 com carregador e de uma pistola calibre 40 com três carregadores.

Em seguida, a BM ficou sabendo que integrantes da facção rival dos indivíduos presos estavam em Arroio do Sal. Ao amanhecer desta terça-feira, os policiais militares localizaram três suspeitos em um Chevrolet Classic na praia de Rondinha, em Arroio do Sal. O grupo pretendia fazer “um acerto de contas” com os rivais.

O trio não aceitou a abordagem na rua Horizonte, ao lado das dunas, e confrontou-se. Os bandidos acabaram sendo baleados. Eles foram socorridos, mas não resistiram aos graves ferimentos durante atendimento médico. O local do incidente foi isolado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Arroio do Sal

IMAMA RS apresenta o calendário do Outubro Rosa 2021
Um em cada dois brasileiros usa mais da metade da renda para pagar dívidas
Pode te interessar

sem nada para mostrar

Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play