Domingo, 07 de agosto de 2022

Tribunal de Contas da União abre investigação sobre denúncias de assédio sexual contra ex-presidente da Caixa

O TCU (Tribunal de Contas da União) abriu uma investigação sobre as denúncias de assédio sexual e moral contra o ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães.

A Corte atendeu a um pedido do Ministério Público. Segundo a representação, “quando praticado no âmbito da administração pública, o assédio gera a percepção, na sociedade, de que as instituições estatais não se pautam em valores morais nem são conduzidas segundo elevados padrões de conduta”.

O TCU afirmou que as denúncias podem configurar violação ao princípio da moralidade na administração pública, previsto na Constituição. “Apurar as notícias de que o sr. Pedro Guimarães, no exercício da presidência da Caixa Econômica Federal, cometeu assédio sexual e moral contra empregadas e empregados daquela instituição financeira pública, o que, além de caracterizar prática criminosa, configura flagrante violação ao princípio administrativo da moralidade, previsto expressamente no caput do artigo 37 da Constituição”, disse a Corte.

Guimarães pediu demissão do cargo na semana passada. Ele nega as acusações.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Conferência na Suíça discute plano para a reconstrução da Ucrânia
Presa quadrilha responsável por homicídios ligados ao tráfico de drogas em Gravataí
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play