Domingo, 16 de junho de 2024

Vale-gás: pagamentos serão retomados em agosto e com valor médio do botijão inteiro

De acordo com portaria do governo federal, o valor a ser pago será de 100% do valor da média nacional do botijão de 13 kg de gás liquefeito de petróleo (GLP) até o final deste ano, e não mais os 50% pagos desde o início do ano.

A partir de agosto beneficiários do vale-gás voltam a receber parcelas do programa, que é depositado a cada dois meses. Agora, o valor pago será de 100% do preço médio nacional do botijão de 13 kg de gás liquefeito de petróleo.

A norma vale até o final de 2022 e foi definida na portaria nº 797, publicada em julho deste ano, após aprovação da PEC dos Auxílios. Além da parcela de agosto, o benefício será depositado nos meses de outubro e dezembro. Antes da publicação da portaria, o preço estabelecido era de 50% do preço médio nacional do botijão.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o valor do botijão é estabelecido com base no Sistema de Levantamento de Preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis dos seis meses anteriores.

Neste ano, os pagamentos do Auxílio Gás serão realizados junto com as parcelas do Auxílio Brasil. O cronograma é definido de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário.

É possível consultar a situação do benefício pelo aplicativo Auxílio Brasil, aplicativo Caixa Tem e Atendimento Caixa, pelo telefone 111. Em caso de dúvidas o beneficiário pode entrar em contato com o Ministério da Cidadania pelo telefone 121.

Beneficiários

Segundo o Ministério da Cidadania, o benefício é oferecido a famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo.
Além disso, o benefício pode ser pago a famílias que têm participantes no Benefício de Prestação Continuada entre os membros da residência.

Em junho, o valor pago aos beneficiários foi de R$ 53, que equivale a menos da metade do valor médio do botijão em 23 estados e no DF, de acordo com levantamento feito pelo g1. No mês, 5,68 milhões de famílias receberam o benefício, totalizando um repasse de R$ 301,2 milhões. Em abril, o valor do benefício foi de R$ 51.

Na divisão por regiões, a Nordeste é a que mais teve beneficiários do Auxílio Gás em junho de 2022. Foram 2,7 milhões de famílias, a partir de um repasse de R$ 146 milhões. Na sequência estavam as regiões Sudeste (1,8 milhão de contemplados), Norte (545 mil), Sul (356 mil) e Centro-Oeste (178 mil).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Deputados e senadores já dominam um quarto dos recursos livres do governo
Guerra climática: onda de calor e conflito na Ucrânia acirram dilema da Europa sobre emissões de CO2
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play