Terça-feira, 25 de junho de 2024

William e Harry: juntos no funeral da rainha Elizabeth II, mas ainda afastados

Sem mostrar sinais de uma reconciliação, os príncipes britânicos William e Harry caminharam juntos atrás do caixão da rainha Elizabeth II nesta segunda-feira (19), assim como fizeram há 25 anos com sua mãe, a princesa Diana. Os dois príncipes e suas esposas, Catherine e Meghan, pareciam mais distantes do que nunca.

Os irmãos cumpriram seu dever, caminhando lado a lado atrás de seu pai, o rei Charles III, e de outros membros importantes da família real, enquanto o caixão de sua avó era levado para seu funeral na Abadia de Westminster.

William, herdeiro do trono de seu pai, vestia um uniforme militar. Harry, que está proibido de fazê-lo desde que abandonou sua vida como membro da realeza em 2020, vestia um terno no qual usava suas medalhas.

Na semana passada, Wiliam confessou ao público que o funeral de sua avó trouxe de volta lembranças dolorosas do cortejo fúnebre de sua mãe, em 1997, quando ele tinha 15 anos e seu irmão apenas 12.

Mas se essa dolorosa experiência compartilhada estava em suas mentes, eles não demonstraram nenhum reconhecimento externo.

Os quatro, que eram vistos como o futuro da monarquia até o afastamento, não fizeram contato visual enquanto caminhavam nos corredores da Igreja e sentaram separados.

Em entrevista à apresentadora americana Oprah Winfrey em 2021, Meghan disse que um membro não identificado da Casa Real expressou preocupação com qual seria a cor da pele de seu filho.

Ela também acusou Catherine de fazê-la chorar, e os assessores do palácio de não querer ajudá-la quando teve pensamentos suicidas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Cartéis mexicanos se estendem na América Latina e atingem o Brasil
Cachorros e pônei de Elizabeth II participam de cerimônia fúnebre da rainha
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play