As comemorações da Semana da Alimentação no Rio Grande do Sul

A agricultura urbana tem atraído cada vez mais adeptos em muitas partes do mundo nos últimos anos. A procura por uma alimentação mais saudável a partir de hortaliças e temperos orgânicos cultivados em hortas domésticas, aquelas criadas dentro de apartamentos, casas e jardins em áreas urbanas, também tem sido uma tendência no Rio Grande do Sul. Para incentivar esse hábito, no Dia Mundial da Alimentação, comemorado nesta terça-feira (16), uma oficina didática ensinou os passos básicos para o cultivo em pequenos espaços aos servidores do Palácio Piratini. A atividade faz parte da programação da 16ª edição da Semana da Alimentação, que ocorre até o dia 21 de outubro.

Com promoção da Câmara Intersecretarias de Segurança Alimentar e Nutricional, a oficina conversa com o tema da semana: “Alimento saudável ao seu alcance – Hortas urbanas”. Durante cerca de uma hora, gratuitamente, o professor e engenheiro agrônomo Júlio César Giuliani demonstrou as práticas mais recorrentes desse tipo de plantação. “A ideia foi trazer para as pessoas dicas de plantio em recipientes e mostrar que em pequenos espaços podemos ter um cultivo produtivo de temperos, plantas medicinais e as plantas alimentícias não tradicionais (pancs), entre outras. São vários os cuidados que são importantes como a drenagem, uma boa adubação das plantas e uma boa poda quando necessário”, afirmou.

Entre os principais cuidados tomados por quem se interessar em começar um pequeno jardim está a diferenciação dos tipos de plantas entre as de sol, que geralmente são frutíferas e precisam de iluminação solar ao menos quatro horas por dia; as de sombra, que não podem ser expostas; e as de meia-sombra, que necessitam de duas a três horas de sol. “Posso cultivar uma jabuticabeira na sala da minha casa? Pode, mas precisa saber a planta certa para determinado lugar e os cuidados a serem tomados”, reiterou o professor.

Evento

O evento promovido na semana dos dias 15 a 21 de outubro, em todo o estado, conta com atividades como rodas de conversas, seminários, feiras e ações culturais. O lançamento ocorreu no mês de setembro no Palácio Piratini. A abertura foi comemorada, na tarde desta terça-feira (15), na Escola Municipal de Educação Infantil Humaitá, em Porto Alegre, juntamente com a Emater/RS-Ascar, com oficinas sobre hortas em pequenos espaços e feira para alunos da escola.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *