Clubes aprovam arbitro de vídeo no Brasileirão 2019

Todas as 380 partidas terão o recurso. Foto: Coritiba/Divulgação

Proposta apresentada pela CBF foi aceita por unanimidade pelas 20 equipes da série A. Projeto foi apresentado pela Confederação e votada pelos presidentes dos times em reunião que nesta sexta (22), na sede da entidade, no Rio de Janeiro.

Após resistência dos clubes em arcar com os custos da tecnologia (avaliado no ano passado em R$ 50 mil por partida), a Confederação afirmou que ” assumirá, integralmente, os custos com tecnologia e infraestrutura, cabendo aos clubes apenas o pagamento das despesas com o capital humano, como ocorre, tradicionalmente, com as equipes de arbitragem”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *