Foram iniciados os testes com dispositivos para cercamento eletrônico móvel nas estradas gaúchas

O Daer (Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem) iniciou testes com um sistema móvel de cercamento eletrônico nas estradas gaúchas em diferentes regiões do Estado. O aparelho está circulando pelas principais rodovias de acesso ao Litoral Norte, como a ERS-030, ERS-040, ERS-389, ERS-407 e RSC-786.

O novo dispositivo, chamado Auto Patrol,consiste em câmeras instaladas no giroflex e carregadas sobre a viatura do Comando Rodoviário da Brigada Militar. “Por meio da leitura das placas em um ângulo de 360º, conseguimos instantaneamente identificar os veículos com irregularidades”, explica o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti. “O projeto ainda está em fase de testes, mas já apresenta resultados e sua vantagem é a mobilidade da fiscalização”, completa.

Por meio de câmeras de reconhecimento ótico de caracteres, os equipamentos implantados no cercamento registram fotos de cada veículo. A partir da placa, acessam os bancos de dados do Detran-RS (Departamento  Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul) para verificar os casos que constam como roubo ou licenciamento vencido.

Atualmente, há cinco aparelhos fixos em funcionamento no Estado, localizados na Estrada do Mar, na ERS-030, na RSC-287 e na ERS-040 (Capivari do Sul). Os dispositivos fixos de fiscalização eletrônica – semelhantes aos pardais – estão posicionados nas proximidades de postos do Comando Rodoviário da Brigada Militar, que faz a abordagem após a emissão do alerta gerado pelos equipamentos. Desde 2017 em funcionamento, a iniciativa já contabilizou a apreensão de diversos veículos que trafegavam em situação irregular.

Porto Alegre

No ano passado, a prefeitura de Porto Alegre apresentou o sistema de cercamento eletrônico da cidade. “A partir de hoje, todos os pardais de Porto Alegre, além de cumprirem seu papel na fiscalização de trânsito, estão captando as placas e mandando informações sobre veículos roubados ou furtados para Secretaria da Segurança Pública, Brigada Militar e Polícia Civil”, anunciou, na ocasião, o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

A prefeitura de Porto Alegre, juntamente com a Procempa (Companhia de Processamento de Dados), EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) e SMSEG (Secretaria Municipal de Segurança), concluiu o sistema de cercamento eletrônico das vias internas da Capital.

Com a implementação de funcionalidades nos controladores de velocidade, é possível identificar e rastrear veículos e suas rotas de fuga, contribuindo para o planejamento das ações de segurança com mais assertividade. O sistema começou a ser desenvolvido em 2017 e desde o início de 2018 os pardais vinham recebendo aprimoramentos, com a integração de câmeras com OCR (reconhecimento de placas) instalado nos equipamentos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *