Novos comandantes da Brigada Militar assumem com meta de ampliar combate ao crime

O novo subcomandante-geral da BM (Brigada Militar), coronel Carlos Alberto Prado de Andrade, e o novo chefe do Estado-Maior, coronel Marcus Vinicius Sousa Dutra, foram empossados na quarta-feira (16), no Salão Nobre do QG da BM, em Porto Alegre.

O governador Eduardo Leite, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e o comandante-geral da BM, coronel Mário Ikeda, participaram da cerimônia. Andrade e Dutra assumem nos lugares do coronel Eduardo Biacchi Rodrigues e do coronel Júlio César Rocha Lopes, que passou a ocupar a chefia da Casa Militar.

Como comandante da Brigada, Ikeda agradeceu a dedicação dos dois colegas que estão deixando os cargos e desejou sucesso aos recém-empossados na “missão de liderar os policiais militares e defendê-los para que se sintam fortes e capazes de defender a sociedade.” E foi além: “Levem à nossa tropa o compromisso que estamos propondo e digam que vamos lutar com ela e por ela”, destacou o comandante-geral da BM aos coronéis Andrade e Dutra.

Ranolfo Vieira Júnior complementou os cumprimentos e defendeu a integração da BM com os demais órgãos da segurança pública e o setor de inteligência para vencer a criminalidade. “Não tenho dúvida de que o sucesso de vocês representará qualidade da vida para todos os gaúchos”, afirmou o vice-governador e secretário da Segurança.

Eduardo Leite reforçou que a segurança pública é “prioridade absoluta” do novo governo e que o trabalho a ser feito deverá unir prevenção, repressão e reabilitação. “Vamos trabalhar conjuntamente para não ficarmos enxugando gelo”, afirmou o governador.

Encerrando seu discurso, o chefe do Executivo citou uma frase que leu em homenagem a um soldado, durante visita aos Estados Unidos, para se referir ao esforço e a dedicação das brigadianas e brigadianos, muitas vezes abdicando da própria vida para defender outras vidas: “Todos dão um pouco, poucos dão tudo”. O governador enalteceu o trabalho da BM. “Estamos diante de um efetivo que dá tudo por 12 milhões de gaúchos”, elogiou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *