Domingo, 07 de agosto de 2022

A brasileira Embraer recebe encomenda de 28 jatos de companhias dos Estados Unidos

A Embraer, gigante brasileira do setor aeronáutico, anunciou nessa terça-feira (19), duas novas encomendas de jatos: uma de 20 jatos comerciais Embraer E195-E2, feita pela Porter Airlines, e outra de oito jatos E175 e opções para a compra de mais 13 pelo Alaska Air Group, que faz parte do grupo aéreo Horizon. Ao todo, considerados os preços de tabela, os pedidos somam quase R$ 2,7 bilhões.

Em relação ao primeiro contrato, o pedido se soma a 30 pedidos firmes existentes. A Porter usará o E195-E2 para estender seu premiado serviço para destinos em toda a América do Norte. O novo acordo, com valor de US$ 1,56 bilhão, eleva os pedidos da Porter à Embraer para um total de até 100 aeronaves E195-E2, sendo 50 pedidos firmes e 50 direitos de compra.

Em 2021, a Porter encomendou 30 jatos Embraer E195-E2, com direito de compra de mais 50 aeronaves, no valor de US$ 5,82 bilhões, se todas as opções forem exercidas.

A Porter Airlines será o cliente de lançamento norte-americano da mais nova família de jatos da Embraer, o E2. O E195-E2 acomoda entre 120 e 146 passageiros. A primeira entrega para a Porter e a entrada em serviço estão programadas para o segundo semestre de 2022.

Já sobre o segundo contrato, a aeronave E175 voará exclusivamente para a Alaska Airlines sob um Contrato de Compra de Capacidade (CPA) com a Horizon Air. O valor do contrato, incluindo opções, é de US$ 1,12 bilhão com base no preço de tabela.

As novas aeronaves da Horizon terão 76 assentos, e serão entregues com a identidade visual da Alaska e configuração de cabine dividida em três classes ao longo dos próximos quatro anos, a partir do segundo trimestre de 2023.

Fornecedora exclusiva

No início deste ano, a Horizon Air anunciou que passaria a ter o E175 como frota única de jatos. Atualmente, a companhia aérea voa com um mix de 31 aeronaves turboélice Q400 e 30 aeronaves E175s. Serão entregues nove E175s no próximo ano como parte de um pedido anterior, que também inclui mais três entregas em 2025.

Com este pedido, a Horizon terá uma frota de 50 E175s. Com bases em Washington, Oregon, Idaho e Alasca, a Horizon atende mais de 45 cidades em todo o noroeste do Pacífico, Califórnia, Centro-Oeste, Colúmbia Britânica e Alberta no Canadá.

Parceria

Também nessa terça, a Embraer anunciou uma parceria (joint-venture) com a britânica BAE Systems para a formação de um novo negócio voltado ao desenvolvimento de variantes do “carro voador” (eVTOL, na sigla em inglês) especializado no setor de defesa, área em que a Embraer também tem tradição.

O anúncio foi feito durante o Farnborough Airshow, evento do setor aeronáutico na Inglaterra. Com a utilização do eVTOL na área de defesa, as empresas estimam uma encomenda adicional de 150 unidades, que se somam aos 1.910 pedidos que a Embraer já angariou para o modelo, que só deve começar a operar a partir de 2026.

“Nosso eVTOL pode ser adaptado para atender diversas aplicações essenciais neste mercado, como resposta humanitária e socorro em desastres. Essa colaboração também indica que o mercado de defesa pode ser mais sustentável e, ao mesmo tempo, permite que a Eve permaneça focada em explorar o mercado de Mobilidade Aérea Urbana”, disse o copresidente da Eve (empresa da Embraer que desenvolve os carros voadores), André Stein.

Em dezembro de 2021, a Embraer e a BAE Systems haviam divulgado planos para colaborar no desenvolvimento do eVTOL da Eve como uma potencial variante de defesa. “Este acordo reforça a confiança das principais organizações aeroespaciais no veículo da Eve e sua adaptabilidade para outros fins além da mobilidade aérea urbana”, disse a empresa, em nota.

O diretor de Operações da BAE Systems Air, Ian Muldowney, disse que o ambiente operacional dos clientes está cada vez mais complexo. “O eVTOL é apenas um exemplo de como estamos olhando para tecnologias emergentes, incluindo aquelas do mercado comercial. Estamos explorando como podemos adaptar essas soluções para trazer capacidade operacional vital para nossos clientes de forma rápida e a um menor custo, ao mesmo tempo apoiando as metas ambientais e de sustentabilidade”, comentou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Polícia Federal prende 14 funcionários do Aeroporto de Guarulhos que colocavam malas com drogas direto no portão do avião, escapando do raio-X e da fiscalização
Dólar tem leve queda e fecha valendo 5 reais e 42 centavos
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play