Segunda-feira, 17 de junho de 2024

ABSOLVIDO: SÉRGIO MORO

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votou para absolver o senador Sérgio Moro (União Brasil-PR) da acusação de abuso de poder econômico durante a pré-campanha nas eleições de 2022. O relator da ação contra o ex-juiz, ministro Floriano de Azevedo Marques, manteve a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, e foi seguido, até agora, pelos ministros André Ramos Tavares, Nunes Marques e pela ministra Cármen Lúcia.

Em um longo voto, em que apontou para as diversas brechas na Lei Eleitoral e na jurisprudência do TSE a respeito da pré-campanha eleitoral e dos gastos nessa fase, o relator observou a candidatura “vacilante” de Moro e classificou alguns dos gastos do ex-juiz como “censuráveis” – mas afirmou não ter observado o cometimento de conduta apta a levar à cassação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Água pode ser contaminada por proximidade entre áreas inundadas e pontos de captação no RS, diz Fiocruz
Trensurb pode ser reativado entre Canoas e Novo Hamburgo nos próximos dias
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play