Sábado, 27 de novembro de 2021

Aguirre rechaça momento ruim do Inter longe de casa: “Se não tivermos pontos foras vai ser difícil conseguir o objetivo”

O Inter voltou a perder no Campeonato BrasileiroA derrota para o Cuiabá pelo placar de 1 a 0, evidencia um time extremamente frágil quando atuando fora de casa. Colorado não vence uma partida fora do Beira-Rio há mais de dois meses. O técnico Diego Aguirre falou em entrevista coletiva após o confronto na Arena Pantanal.

Decepcionado, o uruguaio não escondeu sua insatisfação com a atuação da sua equipe. Apesar de ter vários desfalques para a partida, o treinador não quis focar na pauta para justificar a derrota. “Temos que focar em acabar bem os últimos jogos e depois pensar o planejamento para o futuro”, comentou.

Mais uma vez o assunto sobre Diego Aguirre ser o ficha 1 para treinar a Seleção Uruguaia em caso de demissão do atual treinador Óscar Tabárez, o técnico colorado negou novamente qualquer contato. Questionado sobre o foco no Inter em 2022, o comandante destacou:  “Nós estamos planejando e falando de possíveis contratações, esperando o que acontece. Temos que classificar para Libertadores na vaga direta”.

Analisando a partida, Aguirre admitiu observar um time com uma intensidade diferente fora de casa. “Eles encontraram o gol de pênalti que não sei se foi ou não. Eles foram para trás e tentamos o empate. Nós deveriamos ter este ritmo de jogo desde o começo. Primeiro tempo muito ruim, o jogo todo não gostei”, comentou. Ainda, ressaltou a importância de ganhar longe de Porto Alegre: “Se não tivermos pontos foras vai ser difícil conseguir o objetivo”.

Questionado sobre a diferença de postura no clássico Grenal para outras partidas, Aguirre discordou parcialmente. “Está faltando foco nos outros jogos. Já fizemos jogos muito bom, não apenas no Grenal. Mas não podemos ser tão irregulares. Precisamos do foco e da mentalidade. Parece que o Beira-Rio dá uma força, uma intensidade aos jogadores”.

Ainda, Diego Aguirre respondeu sobre a temporada mediana do Inter que pode acabar sendo mascarada pelo mau momento que vive o rival. “Não vou falar nada da situação do Grêmio, falo somente do Inter. Foram situações da torcida, coisas que não tem nada a ver que vou planejar. Tentamos ganhar todos os jogos e fazer o melhor. Fico chateado quando o time apresenta o futebol que foi hoje, não foi bom. Quero focar no objetivo”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

Inter perde por 1 a 0 para o Cuiabá e segue fora do G6 do Campeonato Brasileiro
Com 47 pontos, Inter precisa de campanha bastante consistente para conseguir uma vaga direta na Libertadores de 2022
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play