Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Após tempestade, mais de 16 mil pontos continuam sem luz no Estado

Mais de 16 mil pontos seguiam sem luz na noite dessa segunda-feira (22) em razão do temporal que atingiu o Estado na última há uma semana. Desse total, 7,1 mil são clientes da CEEE Equatorial, a maioria residente em Porto Alegre e Região Metropolitana. O montante representa 0,37% do total de clientes da empresa.

Outros 13 mil pontos estão sem energia elétrica na área de concessão da RGE (0,3% do total de clientes da empresa), principalmente na Região Metropolitana.

A última atualização foi divulgada no início da noite dessa segunda pelo governo gaúcho. Após os temporais, mais de 1,3 milhão de pontos chegaram a ficar sem luz no Estado devido à queda de árvores e postes.

A falta de energia também provocou desabastecimento de água, gerando protestos da população.

A atualização ocorre três vezes ao dia (8h, 12h e 18h), no caso do abastecimento de energia elétrica e de água. As informações contemplam dados das concessionárias RGE Sul, CEEE Equatorial e Corsan. Também são divulgadas, duas vezes ao dia, informações sobre as conexões de telefonia e internet das operadoras Tim, Vivo e Claro.

Semáforos

Na tarde dessa segunda, dos 264 semáforos impactados em Porto Alegre pelo temporal da semana passada, 244 (92% do total) voltaram a operar após o retorno da energia. Conforme a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), restavam 20 semáforos desligados em cruzamentos, principalmente nas zonas Norte e Leste.

No início da noite, a cidade registrava ainda 83 ocorrências de bloqueios nas vias (28 com bloqueio total por queda de árvores, 13 por postes ou fios caídos, além de 42 bloqueios parciais). Desde o temporal, foram liberadas 204 ruas e avenidas que apresentavam algum tipo de obstáculo.

Reunião

O governador Eduardo Leite vai conduzir nesta quarta (24) uma reunião com as direções da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), da Agergs (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul) e representantes das concessionárias do setor no Estado.

O encontro no Palácio Piratini, previsto para as 9h, servirá para reforçar a cobrança pela qualidade dos serviços de fornecimento de energia à população, diante da demora no trabalho de restabelecimento após o temporal da última terça (16).

A reunião terá as presenças do diretor-geral da Aneel, Sandoval de Araújo Feitosa Neto, da presidente da Agergs, Luciana Luso de Carvalho, e dos diretores-presidentes das duas maiores concessionárias de energia no RS, Riberto Barbarena, da CEEE Equatorial, e Marco Antônio Villela de Abreu, RGE. Também estão previstas as participações dos prefeitos de Porto Alegre, Sebastião Melo; de Gravataí, Luiz Ariano Zaffalon; de Cachoeirinha, Cristian Rosa; e de Canoas, Nedy de Vargas Marques, municípios mais afetados pela prolongada interrupção de energia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Justiça Eleitoral quer criar 549 cargos ao custo de quase R$ 110 milhões
Congresso tem 27 vetos presidenciais para analisar na volta do recesso parlamentar
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play