Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Atriz pode perder a indicação ao Oscar por suspeita de falcatrua

Andrea Riseborough, indicada ao Oscar de melhor atriz por sua performance no filme dramático “To Leslie”, corre o risco de ser desclassificada do maior prêmio de cinema. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou que vai averiguar se a campanha de nomes indicados ao Oscar 2023 respeitou o estatuto da organização em relação à promoção dos títulos e atores.

Um post na página oficial de “To Leslie”, publicado há duas semanas, pode estar na raiz do problema por comparar a atuação de Riseborough à da consagrada atriz Cate Blanchett, que concorre à estatueta com Tár. “Qualquer tática que destaque ‘a competição’ por nome ou títulos é expressamente proibida”, diz a diretriz número 11 do estatuto.

Mesmo sem citação direta a Andrea e a seu filme, há indícios de que denúncias foram feitas contra a postagem. O caso será será debatido nesta terça-feira (31), durante a reunião do conselho de governadores da organização.

“Por mais que eu admire o trabalho de Blanchett em Tár, minha atuação feminina favorita este ano foi interpretada pela camaleônica Andrea Riseborough no drama pungente do diretor Michael Morris sobre uma mãe na encruzilhada final em sua vida depois que ela perdeu tudo devido à bebida. Com um roteiro perspicaz de Ryan Binaco e excelente trabalho coadjuvante de Marc Maron, Andre Royo, Allison Janney e Stephen Root, To Leslie está ao lado de Leaving Las Vegas e Crazy Heart como clássicos modernos sobre os estragos do alcoolismo”, descrevia o trecho usado pelo perfil de “To Leslie”.

Embora use as palavras de um crítico em vez de invocar diretamente o nome de um candidato concorrente, o fato de vir do Instagram oficial do filme ainda pode ser um problema. “Vamos ser justos durante esse processo. Não parece bom, mas não quero tirar conclusões precipitadas. Uma violação não é o fim para alguém, nem deveria ser, mas quando você adiciona os outros fatores x e rumores à mistura, você tem que investigar isso”, disse um membro da Academia à revista Variety.

Além das postagens de mídia social, houve alegações de que os representantes do filme estão entrando em contato diretamente com os membros da Academia para solicitar votos de forma indevida. Por enquanto, não há evidência de que Riseborough ou qualquer pessoa de sua equipe tenha procurado diretamente os eleitores da Academia para pedir seu apoio.

A atriz Frances Fisher também publicou um texto no Instagram e marcou 20 membros da Academia para chamar sua atenção, incluindo Cher, Glenn Close, Alec Baldwin e Elizabeth Banks. “Existem atrizes maravilhosas na corrida, felizmente, apoiadas por campanhas publicitárias multimilionárias… Ala de membros atores, por favor, assista a ‘To Leslie’ no aplicativo Academy Screening Room – uma vez que você vai entender o que estou falando. Indique Andrea Riseborough”, pediu a veterana.

Caso Andrea Riseborough seja de fato desclassificada, ela não será substituída, e a categoria será disputada entre as outras quatro atrizes, sendo elas: Cate Blanchett, por “Tár”; Ana De Armas, por “Blonde”; Michelle Williams, por “Os Fabelmans”; e Michelle Yeoh, por “Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Familiares de vítimas da Boate Kiss pretendem processar a Netflix por série sobre a tragédia
Aluguel de mansões em Brasília pode chegar a 90 mil reais
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play