Domingo, 25 de fevereiro de 2024

Banco Central libera pagamentos no WhatsApp com cartão de crédito, débito e pré-pago

O Banco Central autorizou o WhatsApp a disponibilizar o recurso que permite fazer pagamentos com cartões de crédito, débito e pré-pago. Com a mudança, será possível usar o WhatsApp Pay para fazer pagamentos para empresas dentro do aplicativo.

O recurso não estará disponível imediatamente aos usuários. Isso porque o início da funcionalidade deve ser comunicado para todos os parceiros do serviço com, no mínimo, 30 dias de antecedência.

Segundo o BC, esse intervalo é necessário para respeitar os “princípios regulatórios relacionados aos aspectos concorrenciais e de não discriminação”.

A autarquia havia impedido o lançamento dessa versão do recurso por meio de barreiras impostas à Mastercard e à Visa, duas parceiras do WhatsApp. Até então, o aplicativo só estava autorizado a oferecer a funcionalidade de transferências entre pessoas físicas.

Guilherme Horn, head do WhatsApp na América Latina, afirmou que a empresa está “finalizando os testes” conduzidos com parceiros, como a Cielo (CIEL3) e o Mercado Pago, do Mercado Livre (MELI34), e que a funcionalidade estará disponível “em breve”.

Reação

A liberação pelo BC foi comemorada por Mark Zuckerberg, presidente-executivo da Meta, controladora do WhatsApp.

“As pessoas poderão pagar pequenas empresas diretamente no WhatsApp. Ansioso para lançar isso em breve”, escreveu em seu perfil no Instagram.

O chefe do WhatsApp para América Latina, Guilherme Horn, disse que o pagamento de produtos e serviços em uma conversa usando cartões Mastercard e Visa será liberado “em breve”.

“Acreditamos que o pagamento de pessoas para empresas via WhatsApp terá um grande impacto para todos, trazendo facilidade e simplicidade para os usuários ao mesmo tempo em que ajudará as pequenas e médias empresas a aumentarem suas vendas”, afirmou.

Adesão

O BC também informou que a adesão de novas instituições (credenciadores ou emissores de pagamento), interessadas em participar do Facebook Pay, continua aberta. Assim que aprovados, os novos participantes da ferramenta devem esperar um mês para começar a operar transações pelo WhatsApp. Segundo o BC, o prazo é necessário para preservar a concorrência no mercado de meios de pagamento.

“Em respeito aos princípios regulatórios relacionados aos aspectos concorrenciais e de não discriminação, o BC determinou que o início das transações de pagamento em produção por meio do aplicativo WhatsApp deve ser comunicado pelos instituidores a todos os participantes de seus arranjos de pagamento com antecedência mínima de 30 dias”, destacou a autarquia em seu comunicado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Lula conta com aumento do salário mínimo e novo Bolsa Família para reverter desaceleração do PIB
Ex-sargento da Força Aérea Brasileira preso com cocaína na Espanha quer voltar ao Brasil
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play