Domingo, 21 de julho de 2024

Biden se reúne com George Clooney e Julia Roberts para arrecadar fundos

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, voou diretamente de uma reunião do G7 na Itália para Los Angeles, para participar, ao lado de celebridades, de um evento de arrecadação de milhões de dólares para a sua campanha eleitoral.

O presidente americano esteve acompanhado do ex-presidente Barack Obama, dos atores George Clooney e Julia Roberts, além de Barbra Streisand.

Rodeado de estrelas de Hollywood, Biden ficou muito sério ao se referir ao seu rival Trump, dizendo que quem vencer as eleições provavelmente terá de fazer pelo menos duas novas nomeações para a Suprema Corte.

“Se for reeleito, nomeará mais duas bandeiras contrárias”, disse Biden, referindo-se ao juiz conservador que em 2021 exibiu uma bandeira americana invertida, símbolo das falsas alegações de Donald Trump de fraude eleitoral.

Trump, em uma tentativa sem precedentes de voltar à Casa Branca após ter sido condenado criminalmente, participou de um ato de campanha em Detroit, Michigan, onde se gabou por sua arrecadação de fundos, “a mais alta na história da política”. Michigan é um estado que Biden deve vencer nas eleições de novembro.

Com o objetivo de obter apoio eleitoral dos afro-americanos, Trump visitou uma igreja em Detroit, onde disse a centenas de eleitores que “o corrupto Joe Biden não fez nada por vocês, exceto falar”.

Trump partiu em seguida para uma convenção de republicanos de extrema direita e apoiadores de sua tentativa de anular as eleições de 2020.

Lá, criticou o pacote de proteção climática de Biden, chamou o presidente ucraniano Volodimir Zelensky de “traidor” e disparou contra uma “invasão de imigrantes de Biden”, prometendo impedi-la com a maior deportação da história americana.

Astros de Hollywood se uniram a Obama em uma noite de gala que já arrecadou 28 milhões de dólares (R$ 150 milhões), a maior quantia na história do Partido Democrata, segundo a equipe de campanha de Biden.

Do lado de fora do evento, manifestantes foram afastados pela polícia de choque. Obama subiu ao palco com Biden, seu ex-vice-presidente, para uma conversa moderada pelo comediante Jimmy Kimmel.

“Temos alguém com quem nos preocupar”, disse Obama aos doadores, referindo-se a Trump. “E há toda uma agenda que deve nos preocupar. Mas podemos nos orgulhar por apoiar o trabalho extraordinário feito por Joe”, exclamou.

Entre estrelas

A aparição de Biden entre as estrelas marcou sua ausência na conferência internacional de paz sobre a Ucrânia, no sábado (15), na Suíça, da qual participou a vice-presidente Kamala Harris.

Biden, de 81 anos, fez recentemente uma série de viagens exaustivas ao exterior focadas nos conflitos na Ucrânia e em Gaza, e este encontro com as estrelas marcou uma mudança em sua agenda.

O presidente chegou a Los Angeles acompanhado de familiares, entre eles, sua filha Ashley e as netas Maisy e Naomi.

As pesquisas mostram que Biden e Trump estão em grande parte empatados, e muitos eleitores estão decepcionados com esta revanche entre o presidente mais velho da história dos Estados Unidos e um polêmico magnata de 78 anos condenado após um processo judicial de grande repercussão.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Bilionários enchem cofres de Donald Trump de olho em menos impostos
Apoiadores de Lula, influenciadores de esquerda repetem bolsonaristas e propagam fake news
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play