Domingo, 05 de dezembro de 2021

loader

Cenário pós-pandemia é tema de diferentes painéis do segundo dia da #FISWEEK

A crise provocada pela Covid-19 acelerou as transformações na área da saúde. Essa afirmação foi ouvida centenas de vezes durante o segundo dia da #FISWEEK, promovida pela Iniciativa FIS. Os debates desta terça-feira (9), do Fórum Inovação Saúde 2021 (#FIS21), do Symetria (#SYM21) e do Company Meetings (#COMMeets21), eventos simultâneos que formam a programação da #FISWEEK, contaram com a participação de nomes como do coordenador do Grupo de Gestão da Sociedade Catalã de Medicina de Família e Comunidade, Xavier Bayona, do presidente da Agencia Nacional da Saúde, Paulo Rebello, da coordenadora da Rede Análise Covid-19, Mellanie Fontes-Dutra, e da diretora de Sustentabilidade e Relações com a Comunidade Latino-Americana – The Coca-Cola Company, Andréa Mota.

Considerado o maior evento da área da saúde na América Latina, a #FISWEEK é realizada de forma totalmente online. Mais de 200 painelistas vão participar dos debates, que seguem até a próxima sexta-feira (12).

Implementação ESG

O papel dos influenciadores na saúde foi um dos temas tratados durante a programação desta terça-feira. O debate, que foi mediado por Andre Ballalai, diretor global de market access da IQVIA, contou com a participação do médico e comentarista de saúde da Rádio CBN, de Luis Fernando Correia, da diretora de conteúdo e CEO do Futuro na Saúde, da biomédica e coordenadora da Rede Análise Covid-19, Natália Cuminale, Mellanie Fontes-Dutra, e do fundador do perfil Scientizando, Carlos Brandão. Para os painelistas, a pandemia mudou a relação das pessoas com a informação sobre saúde, ampliando o número de influenciadores digitais especializados sobre o tema.

Outro segmento que passou por uma grande transformação durante a pandemia foi a gestão organizacional. Esse fato ficou evidenciado no painel “Gestão das Organizações em Tempos de Crise” também reforçou essa transformação. Sob a mediação do presidente da Rede Mater Dei de Saúde, Henrique Salvador, a diretora de Sustentabilidade e Relações com a Comunidade Latino-Americana – The Coca-Cola Company, Andréa Mota, o superintendente Executivo do Hospital Moinhos de Vento, Mohamed Parrini, e o vice-presidente de Design e Construção da AccorHotels na América do Sul, Pedro Mancio, falaram sobre as mudanças causadas pela Covid-19 na gestão dos seus setores. Segundo os executivos, a gestão organizacional passou a focar mais no bem-estar das pessoas do que no lucro.

Daniel Carocha, Head of ESG & Digital Innovation da PANGEIA, Bruno Pina, Chief of Innovation Experience da Distrito, Andrea Bonime-Blanc, Founder & CEO da GEC Risk Advisory e Maria Veloso, Managing Partner & Founder da Olusac, participaram do painel “ESG+T: Impulsionando a Mudança através da Tecnologia”. Conforme os painelistas, nos dois últimos anos, em que a humanidade se deparou com um vírus invisível, foi preciso acelerar os processos de implementação de ações ESG, pois a sociedade passou a exigir essa mudança. Neste cenário, a apresentação de resultados deixou de ser o único indicador para a atração de olhares dos investidores.

Acesso à Saúde.

As formas de ampliar o acesso à saúde de qualidade também pautaram os debates do segundo dia da #FISWEEK. O painel “A saúde feita no Brasil”, que contou com a moderação do Presidente da ABIMO, Franco Pallamolla, do Secretário Executivo do Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz, Marco Nascimento, e do deputado federal Pedro Westphalen, discutiu a criação de uma base de dados que sirva a todas as esferas do governo federal e dos governos estaduais para adoção de políticas mais assertivas, inclusive, no desenvolvimento da indústria da saúde.

A participação da rede privada neste processo foi debatida no painel “Garantindo o Acesso aos Cuidados através da Gestão da Saúde Populacional”. Na discussão, o diretor-presidente da Bradesco Saúde, Manoel Peres, o coordenador do Grupo de Gestão da Sociedade Catalã de Medicina de Família e Comunidade, Xavier Bayona, o diretor-executivo da Aon, Leonardo Coelho, e o presidente da ANS, Paulo Rebello, ressaltaram a importância de mudar o foco da saúde: da prestação de serviços para o cuidado com a saúde da população.

Iniciativa FIS

Criada em 2017, a Iniciativa FIS é uma entidade sem fins lucrativos, sediada no Rio de Janeiro, que reúne líderes da área da saúde, empresas e acadêmicos para debaterem sobre temas de grande relevância para o Brasil e para o mundo. A organização tem a missão de criar conexão do setor da saúde por meio de conteúdo que traga acessibilidade e facilite o atendimento da população.

#FISWEEK

Data: 08 a 12 de novembro
Horário: 10h às 19h
Gratuito e Online
Programação e inscrição: www.fisweek.org.br

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, e pneumologista da Fiocruz, Margareth Dalcomo, participam do terceiro dia da #FISWEEK
O que andam espalhando: seis boatos sobre vacinas devidamente checados
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play