Sábado, 13 de abril de 2024

CEO do TikTok irá depôr no Congresso dos Estados Unidos em março

O CEO do TikTok, Shou Zi Chew, testemunhará em uma próxima audiência perante o Comitê de Energia e Comércio da Câmara, confirmou um porta-voz do comitê nesta segunda-feira (30).

Chew será a única testemunha na audiência, marcada para 23 de março. Espera-se que ele testemunhe sobre as práticas de privacidade e segurança de dados do TikTok, seu impacto sobre os usuários jovens e sua “relação com o Partido Comunista Chinês”, de acordo com um anúncio de audiência no site da comissão.

“Deixamos nossas preocupações claras com o TikTok”, disse a presidente do comitê, a deputada republicana de Washington Cathy McMorris Rodgers, em um comunicado. “Agora é hora de continuar os esforços do comitê para responsabilizar a Big Tech, trazendo o TikTok perante o comitê para fornecer respostas completas e honestas para as pessoas.”

A audiência ressalta o crescente risco político para o TikTok, à medida que suas negociações com o governo dos EUA sobre um acordo de segurança nacional continuem se arrastando.

As autoridades dos EUA levantaram preocupações de que a China possa usar suas leis para pressionar o TikTok a entregar dados de usuários dos EUA que podem ser usados para fins de inteligência ou desinformação.

Chew, que assumiu o cargo de CEO do TikTok em abril de 2021, ficou fora dos holofotes em um momento em que o aplicativo que ele lidera parece não conseguir evitá-lo.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Governo federal cria grupo para tratar do combate a crimes em terras indígenas
Defesa de Daniel Alves entrega recurso e acredita que jogador deve deixar prisão dentro de um mês
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play