Domingo, 21 de abril de 2024

Ciclone Gabrielle deixa pelo menos 11 pessoas mortas na Nova Zelândia

O número de mortos do ciclone Gabrielle na Nova Zelândia subiu para 11 neste domingo (19), enquanto milhares de pessoas continuavam desaparecidas uma semana depois que a tempestade atingiu a Ilha Norte do país.

O ciclone atingiu a região mais ao norte da ilha em 12 de fevereiro e se espalhou pela costa leste, causando devastação generalizada. No domingo, a polícia disse que mais duas pessoas morreram em Hawke’s Bay, atingida em circunstâncias relacionadas ao ciclone.

Mais fatalidades são possíveis, disse Hipkins a repórteres na capital Wellington, já que 6.431 pessoas continuam desaparecidas, enquanto 3.216 foram consideradas seguras.

Vidas foram “viradas de cabeça para baixo” pelo desastre e a recuperação é uma “montanha íngreme à frente”, disse ele, apontando para telecomunicações interrompidas, escassez de água potável e estradas danificadas que ainda restringem o acesso a algumas áreas.

As cadeias de abastecimento foram interrompidas, causando problemas no transporte de mercadorias, muitas plantações foram destruídas e 28.000 casas ainda estão sem energia, disse ele.

Uma equipe de Fiji partiria para a Nova Zelândia nos próximos dias para ajudar na recuperação, uma das 12 ofertas de ajuda internacional recebidas até agora, disse Hipkins. Vinte e sete trabalhadores de emergência da Austrália estão ajudando no esforço de socorro. Hipkins acrescentou que os saqueadores encontrados serão presos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Coreia do Norte diz ter lançado míssil balístico como alerta à Coreia do Sul e aos Estados Unidos
Projeto Bota-Fora atende dez comunidades de Porto Alegre nesta semana
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play