Domingo, 21 de julho de 2024

Cristiano Ronaldo diversifica seus negócios e investe, de novo, em uma marca portuguesa

O jogador de futebol Cristiano Ronaldo fechou a compra de 10% da Vista Alegre, fabricante portuguesa de porcelana e cerâmicas, em mais uma investida do craque no mundo dos negócios e, de novo, em parceria com uma marca tradicional de Portugal.

A aquisição da fatia na Vista Alegre, até então detida pelo Grupo Visabeira, faz parte de um acordo que prevê a compra de outros 20% da marca de porcelanas, segundo informações divulgadas ao órgão regulador do mercado financeiro português.

O acordo também cria uma joint-venture entre Cristiano Ronaldo e a Vista Alegre para promover o selo Bordallo Pinheiro no Oriente Médio e na Ásia. Batizada em homenagem a um famoso design português de cerâmicas do século XIX, a Bordallo Pinheiro é uma linha nobre da Vista Alegre.

Não é a primeira vez que o craque português fecha uma parceria com um grupo de prestígio de seu país.

Em 2015, Ronaldo e o Grupo Pestana, operador global de hotelaria, anunciaram um projeto conjunto para investir 75 milhões de euros em quatro hotéis boutique com um total de 400 quartos em Portugal, Espanha e Estados Unidos. Na época, o jogador de futebol disse que este era seu maior investimento até então, enquanto planejava sua aposentadoria do futebol.

“Essa colaboração acelerará o processo de expansão global da marca no segmento de prestígio e luxo em vários mercados internacionais, tanto no varejo quanto na hospitalidade premium”, disse a Vista Alegre em comunicado.

Com salário anual de US$ 200 milhões (R$ 1 bilhão) desde que foi para o time saudita Al Nassr em 2022, Cristiano Ronaldo, que tem 39 anos, tem diversificado seus negócios nos últimos anos já de olho no planejamento financeiro pós aposentadoria do futebol.

Felipão

Felipão ficou à frente da seleção de Portugal por seis anos. Entre 2003 e 2008, o treinador disputou duas vezes a Eurocopa e uma Copa do Mundo, sendo responsável pela primeira convocação de Cristiano Ronaldo.

Em entrevista à plataforma árabe Winwin, o treinador brasileiro, que está sem clube desde que deixou o Atlético-MG, deu uma bombástica declaração ao afirmar que o astro português não foi o melhor que treinou na carreira.

“Não posso dizer que Cristiano seja o melhor jogador que já treinei porque trabalhei com muitos jogadores especiais que ainda jogam hoje. Claro que Cristiano pertence a essa classe de elite, foi mais um dos excelentes jogadores que treinei”, destacou.

Porém, Luiz Felipe Scolari fez questão de destacar o profissionalismo de Cristiano Ronaldo, característica que, para ele, é diferente de qualquer outro atleta que treinou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Últimas

Congresso Nacional compra 151 toneladas de café e açúcar por um ano; gasto chega a R$ 2 milhões
Após temporal, nova elevação em nível de rio volta a alagar bairros de Igrejinha
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play