Sábado, 13 de abril de 2024

Cristiano Ronaldo será indenizado após acusação de estupro

A Justiça americana determinou nesta semana a defesa de Cristiano Ronaldo receba uma indenização no valor de US$ 335 mil (cerca de R$ 1,75 milhão). O advogado Leslie Stovall foi condenado a arcar com os custos advocatícios do processo, por tentar forçar o prosseguimento do processo movido por sua cliente Kathryn Mayorga, que acusou o jogador português de estupro.

“Ronaldo não teria de pagar tamanhos custos processuais neste caso não fosse a má-fé do acusado”, diz trecho da sentença da juíza distrital de Las Vegas Jennifer Dorsey. Ao todo, a decisão contou com 18 páginas. A indenização terá de ser paga diretamente à defesa do jogador, liderada por Peter Christiansen e Kendelee Works.

Mayorga alega que foi violentada por Cristiano Ronaldo em um quarto de hotel em Las Vegas, em 2009. Vale lembrar que na acusação de estupro, a defesa de CR7 afirmou que o jogador e a suposta vítima se conheciam e tiveram relações sexuais consensuais. À época, ela tinha 25 anos e jogador, 24. O caso foi finalizado em 2010, após o pagamento de 300 mil euros, em acordo por parte do português à sua acusadora. Cristiano não chegou a ser acusado formalmente de crime.

Em 2017, uma ação foi movida contra o português após Katrhyn Mayorga ter afirmado que foi estuprada pelo jogador, e que o português teria comprado seu silêncio. Com isso, Mayorga pediu uma nova indenização no valor de R$ 71 milhões.

Em 2018, o caso foi reaberto, após o vazamento de conversas entre Cristiano e sua defesa sobre a acusação. Stovall e Mayorga argumentaram violação do acordo de confidencialidade e pedido de indenização. Na decisão da juíza, argumenta-se que Stovall agiu em conduta imprudente e fora dos limites por se utilizar do material vazado em benefício de sua cliente.

Transferência 

Aos 38 anos, Cristiano Ronaldo se transferiu para o Al-Nassr, da Arábia Saudita, após um ano no Manchester United. Em dezembro, disputou a Copa do Mundo com a seleção portuguesa – no que pode ter sido sua última competição a nível mundial por Portugal

CR7 assinou por dois anos e meio, até junho de 2025, com o Al Nassr, anunciou nesta sexta-feira o clube saudita. Após vários dias de especulação, o craque português, enfim, foi oficializado em um contrato que deverá render cerca de 200 milhões de euros (R$ 1,09 bilhão) por ano.

O Al Nassr atualmente é comandado pelo técnico Rudi García, que recentemente comandou o Lyon. Seu elenco conta com jogadores que já se destacaram no futebol europeu, como o brasileiro Talisca, o colombiano Ospina e o camaronês Aboubakar.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

A CBF decidiu endurecer a punição aos clubes que tiverem seus torcedores envolvidos em episódios de racismo
Bancos não funcionam no feriadão de carnaval
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play