Sábado, 02 de março de 2024

Críticas de Harry e Meghan a Camilla foram motivação para rei Charles despejar casal, diz jornal

A ordem de despejo dada pelo rei Charles III ao príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, teria sido motivada pelas críticas do casal à rainha consorte Camilla.

Na última quarta-feira (01), Harry e Meghan confirmaram, por meio de um porta-voz, que foram “solicitados a desocupar” a mansão histórica Frogmore Cottage, única propriedade que ainda mantinham no Reino Unido.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o monarca acredita que o príncipe ‘cruzou uma linha’ com comentários sobre Camilla em sua biografia, O Que Sobra, e na série da Netflix Harry & Meghan.

Fontes consultadas pela publicação afirmam que não foi fácil para Charles tomar a decisão de despejar o filho e a nora, em especial por ele não querer adicionar mais questões ao conflito já existente entre o casal e a família real.

Contudo, o rei teria ficado ofendido com as insinuações de que Camila foi responsável por vazar informações à imprensa. Para ele, a ordem de despejo foi como “retirar um curativo de forma rápida”.

Atualmente, Harry e Meghan vivem com os dois filhos na Califórnia, nos Estados Unidos. Após o despejo, a mansão no Reino Unido ficará com o príncipe Andrew, que, segundo o jornal The Sun, resiste em aceitar morar no local.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Sueli Costa, cantora e compositora, morre aos 79 anos
Deborah Secco seleciona bolsas de luxo para desapego
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play