Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Daniel Cargnin é bronze no Grand Slam de judô de Tel Aviv

Daniel Cargnin conquistou, nesta sexta-feira (17), a terceira medalha do Brasil no Grand Slam de judô de Tel Aviv (Israel). O atleta da Sogipa garantiu um bronze no peso-leve masculino (até 73 kg), após os pódios de Natasha Ferreira e Larissa Pimenta na última quinta.

“Estou muito feliz com essa regularidade, em poder honrar o 73 kg do Brasil. Sabemos que é uma categoria muito difícil. Essa regularidade me traz muita confiança. Meu pensamento é sempre medalhar e, por que não, ser campeão olímpico em Paris [Jogos Olímpicos de 2024]”, declarou o brasileiro à Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Cargnin estreou derrotando o tcheco Khusniddin Karimov. Depois passou por Erdeneebayar Batzaya, da Mongólia, que acabou perdendo por causa do excesso de punições. Porém, nas quartas de final o brasileiro parou diante do cubano Magdiel Estrada.

Ele foi então para a repescagem, na qual bateu o canadense Arthur Margelidon, o que o classificou para luta pelo bronze. No combate derradeiro, Cargnin superou o atual campeão mundial e número 3 do mundo Tsogtbaatar Tsend-Ochir, da Mongólia.

“Acredito que, hoje, minha melhor luta foi contra o atleta que foi campeão mundial. Isso é uma parte psicológica que gostei de ver. Fico com essa medalha de bronze, mas sempre almejando o topo do pódio. Agora é voltar, ver o que deu certo, o que deu errado e reconstruir para sempre voltar melhor na próxima competição”, concluiu o brasileiro.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Combinação de juros básicos em 13,75% ao ano e recuo de bancos após rombo financeiro das Lojas Americanas deve impactar PIB do Brasil
Banco Safra tem lucro recorde de R$ 2,2 bilhões, mesmo com provisão para a Americanas
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play