Segunda-feira, 17 de junho de 2024

Desemprego tem alta no Rio Grande do Sul e em outros sete Estados no primeiro trimestre, diz IBGE

A taxa de desemprego apresentou um aumento estatisticamente significativo em oito das 27 unidades da Federação (UFs) na transição do quarto trimestre de 2023 para o primeiro trimestre de 2024, conforme os dados divulgados nesta sexta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua).

Entre os Estados que registraram elevação no desemprego, está o Rio Grande do Sul, onde a taxa subiu de 5,4% para 5,8%. Outros Estados que também apresentaram aumento foram Acre, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina e São Paulo. Apenas no Amapá houve uma redução na desocupação. Nos 18 Estados restantes, a taxa permaneceu estável em comparação com o trimestre anterior.

Segundo Adriana Beringuy, coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, esse resultado é influenciado por movimentos sazonais, pois os primeiros trimestres de cada ano geralmente apresentam um aumento na procura por emprego.

No âmbito nacional, a taxa de desemprego subiu de 7,4% no quarto trimestre de 2023 para 7,9% no primeiro trimestre de 2024.

No primeiro trimestre de 2024, as maiores taxas de desocupação foram observadas na Bahia (14,0%), Pernambuco (12,4%) e Amapá (10,9%), enquanto as menores taxas foram registradas em Rondônia (3,7%), Mato Grosso (3,7%) e Santa Catarina (3,8%).

Comparando com o primeiro trimestre de 2023, nenhuma Unidade da Federação teve um aumento significativo na taxa de desemprego. Além disso, nove Estados apresentaram uma queda significativa na taxa de desemprego, indicando um padrão sazonal de aumento no desemprego em relação ao quarto trimestre, mas com indicadores melhores em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Sem categoria

Unidades do Senai-RS se mobilizam em apoio aos atingidos pelas enchentes
Animais morrem afogados em loja de rede de pet shops alagada em Porto Alegre
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play