Terça-feira, 21 de maio de 2024

Dia D mobiliza a rede municipal de saúde para vacinação contra gripe em Porto Alegre

Sábado (13), será o Dia D de vacinação contra influenza (gripe) em Porto Alegre. Todas as unidades de saúde estarão abertas das 9h às 18h para vacinar pessoas que integram os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde, que, em Porto Alegre, somam 698.504 pessoas.

Dados sobre a vacinação no Dia D serão divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde a partir de segunda-feira (15), devido ao processo de registro das doses aplicadas. Até segunda-feira, o acesso a dados pode ser feito diretamente ao Localiza SUS Influenza. Haverá passe livre na cidade para facilitar o acesso das pessoas aos locais de vacinação.

Idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto), quilombolas, indígenas, trabalhadores da saúde de todos os níveis, públicos e privados, trabalhadores da educação do ensino básico ao superior, pessoas com comorbidades e condições clínicas especiais de todas as idades a partir dos seis meses, pessoas com deficiência, funcionários do sistema prisional, membros de forças de salvamento e da segurança, das Forças Armadas, caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo e portuários podem ser imunizados no sábado.

De acordo com dados do LocalizaSUS, ferramenta do Ministério da Saúde, até a quarta-feira, 10, foram aplicadas 88.894 doses da vacina (19% da cobertura esperada), das quais 65.243 administradas em idosos (22%).

Com a imunização, o Ministério da Saúde pretende reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus influenza na população-alvo para a vacinação. O objetivo é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários para vacinação contra influenza: crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos e mais e povos indígenas.

A vacina oferecida pelo Sistema Único de Saúde é trivalente, garantindo proteção contra os vírus da Influenza A H3N1 e H3N2 e Influenza B.

Comprovação

Para receber a dose, basta aos indígenas, quilombolas, gestantes e pessoas com deficiência fazer a autodeclaração; crianças, basta apresentar a caderneta de vacinação; e os demais grupos devem apresentar qualquer documento que comprove a condição: documento, receita médica, crachá, carteira de trabalho.

Comorbidades

As doenças pré-existentes ou condições clínicas estão definidas pelo Ministério da Saúde.

Passe livre

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, por meio da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), informa que o passe livre nos ônibus busca facilitar o deslocamento das pessoas conforme previsto na Lei Complementar 931/2021. Os passageiros podem consultar os horários atualizados e itinerários do transporte coletivo, em tempo real, nos aplicativos Cittamobi e Moovit, além de verificar as mudanças disponíveis no site da EPTC.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Governo gaúcho propõe pacto pelo futuro com medidas de estímulo à sustentabilidade fiscal e ao desenvolvimento
Banco Central lança moeda comemorativa de R$ 5
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play