Segunda-feira, 17 de junho de 2024

É falsa a informação que governo federal priorizou Gaza no envio de ajuda durante enchentes no RS

Em meio à onda de desinformação ligada à tragédia no Sul, um post usando vídeo de outubro do ano passado viralizou com a falsa informação de que o governo federal teria priorizado o envio de purificadores de água e insumos médicos à Faixa de Gaza e não aos brasileiros.

“Estão enviando ajuda para Gaza, enquanto nós estamos sem água?”, pergunta o autor do post enganoso. Em outra publicação a legenda diz: “As prioridades do governo brasileiro. Brasil envia ajuda para Gaza. E pro Rio Grande do Sul? Que vergonha! Que raiva! Que desgraça…” Ambas as postagens trazem trecho de uma reportagem sobre o envio de purificadores para os palestinos exibida pelo Jornal da Record em 16 de outubro de 2023.

As doações para o Oriente Médio voltam à tona após a FAB entregar, em 8 de maio, 220 purificadores da mesma marca para cidades do sul. Desta vez, os filtros de água foram comprados com recursos de uma vaquinha virtual, promovida pelo influenciador digital Felipe Neto e apoiada pela primeira-dama, Janja da Silva, e internautas.

Busca reversa

Por meio de uma busca reversa no Google Lens, é possível verificar que o vídeo em questão apresenta um trecho de 17 de outubro de 2023 do Jornal da Record sobre o envio de ajuda brasileira para Gaza.

Na época, o governo federal aproveitou o avião presidencial usado na Operação Voltando em Paz, força-tarefa voltada à repatriação dos brasileiros, para levar 40 purificadores e kits de saúde aos moradores da Faixa de Gaza. O pedido de assistência humanitária foi recebido pela Agência Brasileira de Cooperação do Itamaraty e os purificadores foram doados pela fabricante nacional PWTech. Não houve custo algum à União.

Conforme a assessoria de imprensa da presidência, as últimas doações brasileiras enviadas à Gaza foram feitas em dezembro de 2023: “A informação é FALSA. O Governo Federal não enviou purificadores de água e insumos médicos para Gaza neste ano. O último voo com carga humanitária brasileira saiu em 09 de dezembro passado. A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República repudia a publicação de fake news em um momento como esse”.

Dessa maneira, a doação não foi realizada no período das enchentes do Rio Grande do Sul, que tiveram início em 29 de abril de 2024. A publicação falsa induz o leitor ao erro, pois atribui um vídeo antigo ao momento atual da tragédia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

130 delinquentes foram presos por causa de saques e roubos em Porto Alegre e Região Metropolitana com as enchentes
Grêmio segue treinamentos, em São Paulo, com novidades
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play