Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021

loader

Empresa anuncia investimento de cerca de R$ 27 milhões na construção de nova unidade em Canoas

Especializada na produção de instrumentos digitais para sistemas de automação industrial, comercial e residencial, a Full Gauge Controls pretende investir cerca de R$ 27 milhões na construção de uma nova unidade em Canoas, que será erguida no Parque Canoas de Inovação (PCI).

A indústria eletrônica, que produz soluções para refrigeração, aquecimento, climatização e aquecimento solar, já conta com uma fábrica no município, com 8,2 mil metros quadrados, na Rua Júlio de Castilhos, no Bairro Niterói, além de um pavilhão no Parque Industrial Jorge Lanner, recém adquirido e que está passando por obras de readequação.

“Canoas é muito estratégica para o desenvolvimento de qualquer empresa. Se eu não morasse aqui, mesmo assim, eu me sentiria atraído por investir na cidade”, destacou o sócio-fundador da indústria, Antônio Gobbi. Segundo ele, a empresa vem crescendo de forma expressiva desde 2020. Em 2021, o faturamento até outubro já foi maior do que todo o ano passado. Houve o crescimento de 24% no mercado interno e 66% no mercado externo, em relação ao mesmo período do ano anterior. O faturamento deste ano deve superar os R$ 100 milhões.

O plano de negócios da empresa, que prevê a instalação no PCI, está em análise junto ao Comitê Gestor do Fundo Municipal de Desenvolvimento de Canoas (Fumdecan). A previsão é de que as obras de construção sejam iniciadas no primeiro semestre de 2022. Com o novo espaço no Parque Canoas de Inovação, que terá mais de 30 mil metros quadrados, a expectativa da empresa é passar de um milhão de peças produzidas por ano para quatro milhões, com a geração prevista de 200 novos empregos. A Full Gauge emprega, atualmente, mais de 300 pessoas em Canoas.

Parque Canoas de Inovação

Com uma área de 250 hectares, no Bairro Guajuviras, planejada pelo arquiteto e urbanista Jaime Lerner, o PCI foi concebido como um cluster de empresas voltado aos segmentos de tecnologia, inovação, pesquisa e desenvolvimento. Atualmente, três indústrias da área tecnológica já estão instaladas – Exatron, Novus e TCS. O próximo empreendimento a operar no local será O Quântico, que vai investir R$ 400 milhões na implantação do maior data center do sul do país. Outras dez empresas seguem em tratativas com a prefeitura de Canoas para ter sede no parque.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Homem condenado por estupro de vulnerável é preso em Lajeado
Hospital de Clínicas de Porto Alegre precisa de doadores de sangue
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play