Segunda-feira, 17 de junho de 2024

Estado participa de ação para viabilizar abrigo de pessoas idosas em Porto Alegre

A Região Metropolitana de Porto Alegre conta, desde sexta-feira (17), com o Abrigo 60+, local específico para acolher pessoas idosas. Localizado na avenida João Pessoa, Região Central da Capital gaúcha, o local entrou em operação por meio de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social, a prefeitura de Porto Alegre e a Cruz Vermelha, entre outros.

“A Sedes viabilizou o local de instalação do abrigo por meio de uma parceria com organizações da sociedade civil. Trata-se de uma união de esforços para a operacionalização do abrigo”, destaca a coordenadora da Unidade Especial de Atenção à Pessoa Idosa (que integra a pasta), Cátia Siqueira.

O local oferece 40 leitos para pessoas idosas com grau de dependência 2 e 3 – ou seja, são indivíduos com mais de 60 anos de idade que precisam ficar acamados e não conseguem realizar suas atividades de vida diária. Uma equipe de médicos, enfermeiros, cuidadores, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais e voluntários atende os idosos 24 horas por dia.

Para que os demais abrigos emergenciais em operação possam encaminhar pessoas ao Abrigo 60+, é necessário o preenchimento de um formulário. Com as informações obtidas, a equipe de saúde realiza uma avaliação para verificar a presença dos critérios técnicos. Após a triagem, a pessoa é encaminhada para a lista de espera.

“O Abrigo 60+ é um esforço coletivo de articulação entre governo do Estado, Organizações da Sociedade Civil e conselhos estadual e municipal, além do trabalho voluntário”, explica a coordenadora responsável pelo abrigo e assistente social, Michele Clos.

Entre as entidades e órgãos que colaboram para o funcionamento do Abrigo 60+, também está a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Wanderson participa de primeiro treino do Inter em Itu, no interior de São Paulo
“Fico com muito medo de usarem a tragédia do Rio Grande do Sul para justificar o aperto monetário”, diz o ministro da Fazenda
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play