Sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

loader

Fabrício Carpinejar é o patrono da Feira do Livro de Porto Alegre neste ano

Após uma edição em formato on-line por causa da pandemia de coronavírus, a Feira do Livro de Porto Alegre de 2021 voltará a ter atividades presenciais na Praça da Alfândega (Centro Histórico), em formato híbrido. A 67ª edição está marcada para o período de 29 de outubro a 15 de novembro, tendo como patrono o escritor, jornalista e professor Fabrício Carpinejar.

“É uma alegria gigantesca, é um sonho da minha vida, porque desde pequeno, ser patronato da Feira do Livro foi um exemplo de dedicação, de afeto e de carinho”, declarou Carpinejar, 49 anos, após ter o seu nome anunciado nesta segunda-feira (27) pela Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL), organizadora do evento.

Além da publicação de 47 livros, boa parte premiados e de grande sucesso popular (mais de 750 mil cópias vendidas), a trajetória inclui crônicas em jornais, participações  em programas de rádio e TV, experiências nos palcos interpretando seus próprios textos e como palestrante. O seu site é fabriciocarpinejar.com.br.

Com a escolha, já são dois patronos da Feira na família: em 2018, a função foi desempenhada pela poeta e também escritora Maria Capi, sua mãe, atualmente com 81 anos. Fabrício, aliás, é também filho do poeta, ficcionista, tradutor e crítico literário Carlos Nejar, 82 anos, membro da Academia Brasileira de Letras (ABL). O “Carpinejar” é uma brincadeira com a fusão sobrenomes do casal.

Uma feira diferente

A Feira do Livro deste ano será diferente das anteriores. Estão previstos na programação a volta das tradicionais bancas de editoras e livrarias, o estande de autógrafos e o espaço para contação de histórias, com medidas de prevenção ao contágio pelo coronavírus a serem cumpridas pelos organizadores, expositores, público e demais envolvidos.

O tema desta edição é “Para Ler um Novo Mundo”. Segundo a jornalista Lu Thomé, responsável pela curadoria da programação, a ideia é oportunizar uma Feira mais propositiva e que traga “um tom de mais felicidade, de confraternização e de retorno”.

Ao todo, 56 empreendimentos estarão presentes com bancas de livros, oferecendo dicas de leitura, descontos especiais e os sempre procurados “balaios” de saldos. Também estará de volta o Pavilhão de Autógrafos individuais, ao ar livre, permitindo a realização de 360 sessões ao longo da Feira.

Outra atração confirmada são 36 encontros no formato “live”, transmitidos entre 18h e 19h30min a partir de um estúdio improvisado no Memorial do Rio Grande do Sul (antigo prédio dos Correios).

“Com protocolos de segurança, vamos conseguir realizar a feira”, ressalta o presidente da CRL, Isair Bottin Filho. “A praça será cercada para que tenhamos controle de entrada e saída de público, evitando aglomerações.”

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de 67ª Feira do Livro de Porto Alegre

O prolongado impasse do processo de indicação do ex-advogado-geral da União elevou o grau de insatisfação dos ministros com a demora do Senado em pautar a sabatina
PSOL abre mão de candidatura própria à Presidência e sinaliza apoio à Lula em 2022
Pode te interessar

sem nada para mostrar

Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play