Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Fiscalização em Porto Alegre recolhe motocicleta com mais de 300 multas vencidas

Durante abordagem a um motociclista na tarde dessa terça-feira (19), agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) de Porto Alegre flagraram mais que uma carteira nacional de habilitação (CNH) vencida: o veículo é alvo de 332 multas, todas já expiradas. A soma dos débitos é superior a R$ 92 mil.

A descoberta foi feita na rua Saldanha da Gama, bairro São José (Zona Leste), durante mais um capítulo da operação “Duas Rodas”, em conjunto com o 19° Batalhão da Brigada Militar e que tem edições semanais em diferentes pontos da capital gaúcha. O objetivo é coibir adulterações e excessos de velocidade, no âmbito da busca por um trânsito com menos acidentes.

Também foram parados outros 72 veículos, 25 dos quais acabaram autuados e quatro encaminhados a depósitos por causa de irregularidades diversas. O saldo incluiu, ainda, dez Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) recolhidos.

Preocupação justificada

A preocupação das autoridades de trânsito e saúde em relação aos veículos motorizados sobre duas rodas, bem como no que se refere a pilotos e tripulantes, é algo que se justifica. Em 2023, 45% dos mortos em acidentes eram motociclistas. Foram 32 condutores que perderam a vida, sendo que 12 dirigiam sem habilitação.

Ao longo do ano passado em Porto Alegre, 12.876 motociclistas foram abordados, dos quais 4.665 (36%) receberam autuação – desses, 747 tinham problemas relativos à habilitação. A estatística aponta, ainda, o recolhimento de 676 motocicletas, por causa dos mais variados motivos.

Também foram recolhidas 35 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) físicas e 1.378 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV). Na área educativa, as ações de conscientização incluíram locais estratégicos como os chamados “bolsões” de motos – trecho entre o semáforo e a faixa de retenção de veículos.

Em uma blitz de 2023, “azuizinhos” flagraram uma motocicleta com R$ 385 mil em dívidas referentes a multas vencidas. Eram 679 infrações de trânsito e a falta de licenciamento desde 2015, sem contar outras 64 infrações com prazos ainda correndo e 80 dentro do período para apresentação da defesa.

O veículo foi retirado de circulação até que se regularizasse a situação. Já o piloto recebeu notificação por estar com a CNH vencida havia mais de um mês. O caso ocorreu na rua Francisco Petuco (bairro Boa Vista), Zona Norte.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Especialistas indicam estratégias para ampliar a sensação de segurança em Porto Alegre
Porto Alegre tem show gratuito de música nativista na noite desta quarta-feira
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play