Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Governador em exercício participa da abertura da Vindima em Bento Gonçalves

O governador em exercício Gabriel Souza participou, no final da tarde desta quinta-feira (19), da cerimônia de abertura da Vindima, tradicional evento que marca o início da colheita de uva em Bento Gonçalves (Serra Gaúcha). Na ocasião, foram anunciados R$ 2,2 milhões do Estado para construção de uma ciclovia com 3 quilômetros de extensão e que passará por vinícolas e outras atrações locais.

Durante o evento, Gabriel e a esposa, Talise Tiecher, participaram da tradicional “pisa da uva”. Responsável por uma das imagens mais emblemáticas da atividade, trata-se do ato de esmagar a uva com os pés, à moda antiga, dentro de um tonel de madeira, para extração do sumo que serve de base à produção de bebidas à base da fruta.

Maior produtor nacional de vinhos, espumantes e sucos de uva e espumantes, com respectivas participações de 90%, 85% e 90%, o Rio Grande do Sul também é reconhecido pela qualidade dessas bebidas. Souza destacou a importância da fruta para a economia e o turismo do Estado:

“O cultivo e os preparos representam a nossa cultura trazida pelos imigrantes italianos, gerando emprego e renda a todos os gaúchos, além de ampliar a grande vocação turística desta região”.

Ele reafirmou o compromisso do atual governo em fazer com que o mercado turístico cresça exponencialmente no mapa gaúcho. Como exemplo, mencionou a nova ciclovia e a revitalização do Fundaparque, um dos maiores espaços para exposições e feiras no Interior do estado, sediando eventos como a ExpoBento e a Fenavinho. O governador em exercício visitou o local e conferiu o andamento das obras, que receberam investimento de R$ 3,3 milhões dos cofres estaduais.

Eduardo Leite retorna no sábado

Esse foi um dos últimos compromissos oficiais de Gabriel Souza no comando interino do Executivo estadual: neste sábado (21), ele volta a ocupar o cargo de vice, com a volta do titular Eduardo Leite – em viagem à Suíça durante a semana, como participante do Fórum Econômico Mundial de Davos.

No país Europeu, Leite teve quatro dias de reuniões com líderes políticos e investidores, além de uma série de discussões sobre temas econômicos, sociais e ambientais. A participação foi encerrada nesta quinta-feira (19).

“Os principais objetivos da missão oficial foram promover o Rio Grande do Sul como espaço atraente a investimentos, em especial no setor energético, reforçar o contato com grandes empresas e inserir o Estado nos debates sobre os principais desafios globais da atualidade”, declarou por meio do site estado.rs.gov.br.

Ele acrescentou: “É muito importante que estejamos presentes nas discussões sobre energias limpas e renováveis, bem como sobre a ‘agenda-verde’ como um todo. Estamos trabalhando para que o Rio Grande do Sul receba uma planta de hidrogênio-verde, então o ambiente de troca institucional com empresários e investidores e fundos é decisivo para que avancemos”.

Ao longo dos dias de evento, Leite se reuniu com autoridades mundiais, como o enviado especial dos Estados Unidos para o Clima, John Kerry, e o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ilan Goldfajn, além de representantes de grandes empresas como Microsoft, Bradesco, Itaú Unibanco e Citibank, dentre outras.

O governador gaúcho participou, ainda, de palestras, painéis e audiências sobre temas como transição energética, preservação ambiental, desenvolvimento sustentável, inovação, tecnologia e cooperação política e global. “Os desafios que o Brasil e o mundo enfrentam são muito semelhantes aos que temos no Estado”, finalizou.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Preso por tentar explodir caminhão-tanque diz que recebeu bomba no acampamento do QG do Exército em Braília
“Precisamos participar ativamente da discussão dos problemas e das soluções globais”, diz Eduardo Leite
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play