Sábado, 13 de julho de 2024

Homem que matou ex-companheira grávida a facadas é condenado a mais de 23 anos de prisão no interior do Rio Grande do Sul

O Tribunal do Júri da Comarca de Soledade, no Norte do Rio Grande do Sul, condenou a 23 anos e 4 meses de prisão em regime fechado um homem acusado de matar a facadas a companheira no município, no dia 23 de julho de 2021.

O feminicídio foi motivado porque o réu não aceitava o fim do relacionamento com a vítima. Raquel Soares de Oliveira, que tinha 21 anos – a mesma idade do seu algoz na época do crime – e estava na 16ª semana de gestação, foi morta na frente dos filhos dela.

O julgamento, realizado na tarde de terça-feira (5), foi presidido pelo juiz José Pedro Guimarães. O crime aconteceu no bairro Botucaraí. O réu invadiu a casa da mãe de Raquel e esfaqueou a jovem na frente das crianças. O assassino foi preso pela Brigada Militar.

O laudo pericial apontou como causa da morte hemorragia aguda grave por ferimento transfixante da traqueia, vasos cervicais e torácicos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Polícia

Trump e Biden confirmam favoritismo e vencem a “Superterça”
FIM DA GREVE
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play