Quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

loader

Imprensa internacional repercute morte de Marília Mendonça

A morte trágica e precoce da cantora Marília Mendonça, vítima de um acidente aéreo na sexta-feira (5) em Minas Gerais aos 26 anos, chamou atenção também da imprensa internacional — tamanha a relevância que a artista ganhou no Brasil nos últimos anos.

Veículos tanto da imprensa generalista quanto da mídia especializada em música destacaram o fenômeno musical que Marília Mendonça representou, como uma dos expoentes do “feminejo”.

Veja a seguir como alguns dos principais jornais noticiaram a morte de Marília Mendonça:

The New York Times

O jornal americano “The New York Times” destacou o fenômeno de Marília Mendonça como expoente da música sertaneja e chamou a atenção para a popularidade da cantora nas redes: “Sensação midiática com milhões de seguidores”.

“Sua legião de fãs encontrou força em suas letras, que imploravam às mulheres que rejeitassem relacionamentos maus e abusivos, e que contavam a história de personagens falhos”, diz a reportagem.

Billboard

A Billboard, uma das principais revistas de música do mundo e responsável por listar os hits mais tocados, também deu destaque à morte de Marília Mendonça com duas reportagens no site da publicação.

Em uma delas, o texto destaca que a cantora chegou à sexta colocação da parada Billboard Social 50 chart, que mede o desempenho dos artistas entre o público nas redes — marca atingida após o sucesso de uma live em abril de 2021, num dos momentos mais duros da pandemia de covid-19 no Brasil.

Outro texto, um perfil da cantora, descreve Marília como uma “excelente contralto com uma voz profunda e próxima do soul que trouxe um toque do pop internacional às músicas tradicionais, acompanhadas de acordeão”.

Revista People

Revista importante sobre o mundo das celebridades, a “People” destacou que Marília estava a caminho de um show perto de Caratinga (MG) e chamou atenção para o vídeo “de partir o coração” que mostrava as operações de resgate.

Clarín

O jornal argentino “Clarín” publicou um perfil sobre a cantora, a quem chamou de “efêmera, mas exitosa”.

“Apaixonada pela música, decidiu começar a escrever as suas primeiras letras e a compor suas próprias canções. Porém, não imaginava o sucesso que alcançaria um tempo mais tarde”, diz o texto.

Em outra reportagem, a publicação da Argentina ressaltou que as investigações sobre as causas do acidente vão começar por meio da Força Aérea Brasileira.

Le Parisien

O “Le Parisien”, jornal da capital da França, mencionou a amizade que a cantora tinha com Neymar — que atua no clube Paris Saint-German. A reportagem relembra quando Marília Mendonça apareceu, de surpresa, para cantar “Parabéns a você” no aniversário do jogador, em 2019.

“Marília Mendonça, que começou no mundo da música com 12 anos, tornou-se conhecida depois de 2015, quando ela lançou seu primeiro EP”, conta a revista, que relembrou o apelido de “Estrela do Sertanejo” dado à cantora.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Procuradoria Geral da República diz que Bolsonaro não cometeu crime no 7 de Setembro, mas um ‘arroubo de retórica’
Automóvel Gol deixará de ser fabricado no Brasil depois de 41 anos e sairá de linha
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play