Domingo, 25 de fevereiro de 2024

Incluir soja na dieta pode ajudar a reduzir o colesterol

Já é sabido que o café da manhã é a refeição mais importante do dia. Mas, além dos benefícios diários, como energia, disposição e bem-estar, os alimentos consumidos na primeira refeição do dia podem também fazer diferença na saúde a longo prazo – principalmente quando o que vai no prato é derivado de soja.

No leite, na farinha, no tofu. A variedade do alimento acompanha a variedade de benefícios. Um estudo feito pela Heart UK, uma instituição britânica voltada para informar e conscientizar sobre o colesterol, sugere que esse alimento pode reduzir os níveis de LDL, o colesterol ruim, no sangue. Além disso, a soja também seria uma grande aliada na defesa do coração, já que é rica em vitaminas, minerais e proteínas. As quantidades, no estudo, foram descritas como pequenas, “mas ainda significativas”.

Já outro estudo, dessa vez publicado na revista Antioxidants, apontou que a farinha de soja, rica em proteína B-conglicinina pode reduzir o colesterol alto e outros níveis de lipídios em até 70%.

Um dos motivos para que a soja esteja ligada à diminuição do LDL seria o baixo nível de gordura saturada. O colesterol é uma substância gordurosa, essencial para o bom funcionamento do corpo. Porém, em grande quantidade – geralmente, consequência do sedentarismo, do tabagismo ou da má alimentação – pode desencadear doenças como infarto, acidente vascular cerebral (AVC), doença cardíaca coronária, doença arterial periférica e doença renal crônica.

De acordo com a Associação Brasileira de Nutrição, as vilãs causadoras do aumento do colesterol no sangue são as gorduras trans e saturadas, encontradas em alimentos como a margarina, as frituras (batata frita, pastel, salgadinhos), os queijos “amarelos”, o leite integral, além da manteiga e do creme de leite.

O que é que causa colesterol alto?

O índice de colesterol pode estar ligado ao estilo de vida, como má alimentação, tabagismo, sedentarismo e obesidade. Mas ele também pode estar associado a questões genéticas, que é chamado de hipercolesterolemia familiar (HF). O controle é possível a partir de hábitos saudáveis de alimentação e atividade física.

Quais os sintomas quando a pessoa está com colesterol alto?

O colesterol alto é um vilão silencioso e só pode ser descoberto através de um exame laboratorial que mostrará a quantidade de HDL e LDL e triglicerídeos presentes no sangue.

Sintomas: dores no peito; falta de ar; fadiga; dores nas pernas; queda de pelos nas pernas; pele fria; palidez nos dedos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Elon Musk perde o posto de homem mais rico do mundo
Após dançar “Lovezinho”, Nelly Furtado negocia direitos autorais da melodia da música com brasileiros
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play