Sexta-feira, 19 de julho de 2024

Instagram começa a emitir alerta para adolescentes fecharem o aplicativo durante à noite

O Instagram vai emitir alertas para adolescentes que usam o aplicativo por mais de 10 minutos à noite. A notificação será destinada a quem estiver trocando mensagens na DM ou assistindo a vídeos Reels.

“Que tal fazer uma pausa? Está ficando tarde. Considere fechar o Instagram pelo resto da noite”, diz o alerta que, na prática, funciona apenas como sugestão. Se preferir, o jovem pode continuar usando a rede social.

O objetivo da Meta, empresa responsável pelo aplicativo, é lembrar os adolescentes que está tarde e incentivá-los a sair do aplicativo. Alerta passou a ser emitido no Brasil a partir do dia 18, segundo a empresa, para jovens de 13 a 17 anos.

Essa medida faz parte dos esforços da Meta para ajudar os adolescentes – e seus responsáveis – a gerenciar o tempo que passam na internet, sobretudo no período noturno. Outras ações nesse sentido são:

– Recurso para pais supervisionarem a atividades dos filhos na rede social;

– Lembretes para fazer pausas regulares;

– App no modo silencioso que restringe notificação, envia respostas automáticas e sinaliza que o usuário não está disponível.

União Europeia

A Meta anunciou nesta segunda-feira (22) que os usuários das plataformas na Europa terão mais controle de seus dados pessoais. Isso significa que as pessoas poderão utilizar diferentes redes sociais sem que suas informações sejam partilhadas entre elas.

Por exemplo, usuários poderão usar o Facebook Messenger como um serviço independente sem uma conta do Facebook. Ou, caso se já vincularam suas contas do Facebook e do Instagram, poderão desvinculá-las.

A alteração é uma medida para se adequar à nova Lei de Mercados Digitais (DMA), que entra em vigor a partir de março na União Europeia (UE), no Espaço Económico Europeu e na Suíça. As novas regras regulam conteúdos publicitários, interfaces fraudadas, divulgação de informação falsa e segurança digital.

Segundo a Meta, responsável pelo Instagram e Facebook, notificações serão enviadas nas próximas semanas que informarão sobre a possibilidade de escolher se desejam compartilhar informações.

A decisão, de acordo com a empresa norte-americana, contribui para segurança no ambiente virtual e maior controle dos dados pessoais. Em novembro, ela também introduziu uma opção de assinatura paga sem anúncios para o Facebook e Instagram na UE, citando alterações regulamentares não especificadas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Robô para dirigir carros e avatar no balcão de lojas: como o Japão está enfrentando a falta de trabalhadores
Botox atrai homens em busca de maxilar mais esculpido como de Ryan Gosling e Liam Payne
Pode te interessar
Baixe o app da TV Pampa App Store Google Play